acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Orinoco

Correa e Cháves assinarão acordo para exploração na Faixa

28/08/2008 | 05h08

Os presidentes do Equador, Rafael Correa, e da Venezuela, Hugo Chávez, assinarão um acordo para explorar em parceria os campos petrolíferos na Faixa de Orinoco, segundo informou a estatal Petroecuador.

 

A empresa equatoriana e a venezuelana PDVSA, além da chilena Enap, explorarão em Orinoco o campo Ayacucho que, de acordo com estudos, tem 39 poços e reservas para 14 bilhões de barris de petróleo.

 

Conforme o governo de Correa, esse será "o início da internacionalização da estatal petrolífera equatoriana".

 

O ministro de Minas e Petróleos, Galo Chiriboga, afirmou que será criada uma empresa mista entre Petroecuador, PDVSA e Enap, com o objetivo de conhecer melhor o campo Ayacucho.

 

A Faixa Petrolífera de Orinoco é um território com 55.314 quilômetros quadrados que se estende pelos estados de Monagas, Anzoátegui, Guárico e Delta Amacuro, sendo a maior reserva de petróleo extra pesado do mundo.

 

Segundo estudos da PDVSA, na Faixa de Orinoco existe uma reserva estimada em 1,3 bilhões de barris de petróleo extra pesado. Para certificar-se da quantia, a estatal venezuelana colocou em andamento o projeto "Orinoco Magna Reserva", com participação de outras empresas estatais estrangeiras, incluindo a Petroecuador.

 

O ministro Chiriboga explicou que, de acordo com a legislação venezuelana, a maioria das ações da empresa mista será da PDVSA.

 

Além disso, Chiriboga anunciou que a Petroecuador se juntará à Enap nos próximos meses para explorar gás natural no Estreito de Magalhães.



Fonte: Ansalatina.com.br - SP
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar