acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Coppe/UFRJ

Coppe inaugura exposição Exploradores do Conhecimento

26/01/2016 | 16h20

A Coppe/UFRJ inaugura, na próxima quarta-feira, 27 de janeiro, às 15 horas, a exposição Exploradores do Conhecimento. A mostra reúne tecnologias e soluções inovadoras desenvolvidas nos laboratórios da Coppe que resultaram em importantes contribuições para a ciência e para a sociedade. Por meio de infográficos, multimídias, simuladores, aparatos interativos e ambientes virtuais imersivos o visitante poderá explorar tecnologias e avanços da engenharia que respondem a desafios do passado, do presente e do futuro.

Instalada no Espaço Coppe Miguel de Simoni, a mostra ocupa cerca de 500 m2 e está dividida em dez grandes temas: Arte e Ciência, Tecnologia e Saúde, Fotônica e Nanotecnologia, Matéria (origem do universo), Cidades Sustentáveis, Robótica, Petróleo, Oceanos, Tecnologia e Esportes, Energia e Meio Ambiente. Os temas são apresentados em 15 nichos espalhados ao longo do Espaço Coppe.

Com entrada franca, a exposição está aberta à visitação sempre terças, quartas e quintas-feiras, das 13h às 16h. A partir do dia 16 de fevereiro serão oferecidas visitas guiadas para grupos e escolas. O agendamento deve ser feito pelo endereço espacocoppe@adc.coppe.ufrj.br ou pelo telefone (21) 3938-8296, no qual poderão ser obtidas mais informações.

Exploradores do Conhecimento faz parte do Projeto Coppe 50 Anos, iniciado em 2013 para marcar a comemoração aos 50 anos de atividade da Coppe/UFRJ. O projeto conta com o patrocínio da Petrobras, Eletrobras Furnas, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Halliburton, GE, Braskem e Itaipu Binacional.

Tecnologias que abrem caminhos para o mar profundo

Um dos temas de pesquisa sobre o qual pesquisadores se concentram desde a década de 1970, o petróleo, é apresentado na mostra com ênfase em projetos offshore. Eles representam milhares de estudos e projetos já desenvolvidos em vários laboratórios da Coppe, em parceria com a Petrobras, que levaram o Brasil à liderança mundial na produção de óleo e gás em águas profundas e que hoje buscam superar os desafios do pré-sal.

Bacia de Campos - Quando as profundidades ainda permitiam usar plataformas fixadas por estacas no solo marinho, a Coppe e o Cenpes, centro de pesquisas da Petrobras, desenvolveram estacas de ponta cônica, criadas especificamente para o difícil solo local. Assim, viabilizaram a exploração de petróleo na Bacia de Campos.

Ancoragem com segurança - Um dos desafios para avançarem águas cada vez mais profundas era reduzir o peso e o custo dos cabos de aço quilométricos usados para amarrar as plataformas flutuantes. A Petrobras precisava de um sistema de ancoragem, sem perder a segurança. A Coppe realizou análises de confiabilidade que permitiram o uso de cabos de poliéster, bem mais leves, no lugar dos cabos de aço. A solução tecnológica foi bem-sucedida e rapidamente adotada por outras companhias ao redor do mundo.

Transição para o futuro - A Coppe testou para a Petrobras o conceito de monocluster, um arranjo de pequenas plataformas dispostas em grupo que podem vir a substituir as grandes plataformas flutuantes. Instalados a meio caminho entre o continente e os distantes campos do pré-sal, os monoclusterspoderão servir de bases de apoio para o controle a distância das instalações no fundo do mar.

Sistemas submarinos autônomos - Pesquisadores da Coppe buscam viabilizar a utilização de equipamentos no leito marinho em substituição aos que atualmente estão instalados nos conveses das plataformas. Pode-se, assim, otimizar o número de plataformas num determinado campo, com potencial redução dos custos de investimento. Para isso, técnicas de avaliação da garantia de escoamento em dutos e de confiabilidade operacional dos equipamentos submarinos têm sido empregadas. 

 

EVENTO: Inauguração da exposição Exploradores do Conhecimento

DATA: 27/01/2016 (quarta-feira)

HORÁRIO: 15 horas

LOCAL: Espaço Coppe, Centro de Tecnologia (CT) da UFRJ, Bloco I, Cidade Universitária

 



Fonte: Coppe
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar