acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Balanço

Copesul produz mais, mas lucra menos

26/10/2006 | 00h00

Os resultados do terceiro trimestre de 2006 da Copesul, divulgados nesta quinta-feira (26/10), revelam que a companhia produziu mais, mas lucrou menos do que no mesmo período do ano anterior.

A produção de eteno no trimestre alcançou o recorde histórico, de 311 mil toneladas. No acumulado do ano, a produção foi de 889 mil toneladas, 6,9% a mais do que no mesmo período do ano anterior.

No entanto, o lucro líquido de janeiro a setembro foi de R$ 438,3 milhões, 13% a menos do que no mesmo período de 2005, quando o lucro chegou a R$ 503,8 milhões.

O coordenador técnico de controladoria da Copesul, José Arnaldo Ribeiro Soares, atribui a redução das receitas ao aumento dos preços dos custos de matéria prima no período. O custo subiu 13,8% e e embora as vendas de eteno tenham aumentado 6,9% não foi suficiente para compensar o aumento de custo. "Houve um aumento de vendas, que compensou em parte o custo, mas neste mercado competitivo da petroquímica é difícil repassar esses aumentos", comentou.

O executivo acrescenta, no entanto, que as expectativas para o próximo trimestre são de desempenho positivo uma vez que a queda dos preços do petróleo também reflete nos preços da nafta. "A tendência é de queda do preço da matéria prima e conseqüentemente de recuperação as margens no próximo trimestre", avalia.

Para o próximo ano, a Copesul prevê ainda um anúncio sobre o aumento da capacidade nominal de produção da empresa, atualmente fixada em 1.135 mil toneladas de eteno por ano. Soares informa que a operação de novos equipamentos permitiu que a companhia tenha superado a capacidade nominal de produção média nos três primeiros trimestres do ano, no entanto a empresa ainda espera o final do ano para avaliar o desempenho e divulgar o aumento de capacidade oficialmente.

O aumento de produção da Copesul de janeiro a setembro permitiu que a empresa aproveitasse oportunidades de exportação, que chegaram ao volume de 13 mil toneladas em cinco embarques. Até o final de 2006, a petroquímica espera exporar mais 5 mil toneladas de eteno em outros dois embarques.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar