acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Encontro

Cooperação Brasil-EUA será debatida em Porto Alegre

14/11/2011 | 13h26
Representantes de 70 empresas, governo e instituições de pesquisa do Brasil e Estados Unidos vão se reunir em Porto Alegre (RS), nesta sexta-feira (18), para o 13º Laboratório de Aprendizagem em Inovação Brasil-EUA. O objetivo do encontro é dar continuidade à cooperação entre os dois países e identificar oportunidades de projetos tecnológicos conjuntos.

 

Desde 2007, foram realizados 12 encontros, além de duas Cúpulas de Inovação Brasil-EUA. A 13ª edição é promovida pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Movimento Brasil Competitivo (MBC) e o US Council on Competitiveness (CoC) – entidade dedicada a fortalecer a competitividade dos Estados Unidos –, com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do Investimento do Rio Grande do Sul (SDPI/RS) e da Pontifícia Universidade Católica do Estado (PUC-RS).

 

“A cooperação com países altamente inovadores, como os Estados Unidos, faz parte da estratégia brasileira para estabelecer um ambiente de inovação capaz de impulsionar, cada vez mais, o crescimento econômico e a criação de empregos. Nos Laboratórios de Aprendizagem em Inovação, temos a oportunidade de debater desde a pesquisa até a aplicação e exploração comercial de produtos e serviços”, conta o presidente da ABDI, Mauro Borges Lemos.


Novos caminhos para colocar produtos e serviços inovadores no mercado dos dois países estarão na pauta do encontro. “Desde o seu surgimento, os Labs funcionam como catalisadores de parcerias. Ao reunir especialistas das duas maiores economias da América, acreditamos que inúmeros projetos podem surgir da troca de ideias e da apresentação de diferentes experiências”, afirma o presidente do MBC, Erik Camarano.

 

Serão debatidos no evento, ainda, a aplicação e gestão de recursos estratégicos (como energia e água), setores emergentes (como o de Tecnologias da Informação e Comunicação), mão de obra qualificada (com foco em áreas e oportunidades de colaboração para formação de engenheiros) e biociência.

 

Além dos presidentes de ABDI e MBC, já confirmaram presença a presidente do CoC, Deborah L. Wince-Smith, o diretor de tecnologia da Lockheed Martin Corporation, Ray O. Johnson, o vice-presidente de Tecnologia Avançada e Engenharia da Deere & Company, Klaus Hoehn, o vice-reitor da Universidade de Nebraska, Thomas A. Farrell, o representante do Departamento de Estado Americano para Parcerias Globais, Lalarukh Faiz, o secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Ronaldo Mota, o presidente do Inmetro, João Jornada, entre outros.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar