acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Setor naval

Convite para licitação da Transpetro pode ser feito em duas semanas

24/08/2004 | 00h00

A Transpetro poderá convidar empresas a apresentar ofertas dentro de duas semanas para a compra de 22 novos petroleiros avaliados em US$ 1,2 bilhões, informou Agência Estado.
A Transpetro estaria considerando a possibilidade de convidar os estaleiros que poderiam interessar-se em participar em um processo de pré-qualificação. A licitação estaria aberta a empresas nacionais e internacionais, ainda que para cumprir com os requisitos de conteúdo nacional as obras deverão realizar-se no Brasil.
 O presidente da Transpetro, Sérgio Machado, disse que a companhia está trabalhando sobre a idéia de dividir a construção apenas entre três estaleiros, para assim gerar uma economia de escala.
O Brasil desembolsa cerca de US$ 6 bilhões ao ano com o arrendamento de embarcações e há 16 anos não compra um grande petroleiro.
A construção poderia gerar cerca de 15 mil novos postos de trabalho se for levada a cabo no país, mas para que os estaleiros brasileiros possam competir teriam que investir em sua infra-estrutura para reduzir o tempo de produção de 30 para 18 meses, que é o prazo que um estaleiro coreano produz a mesma embarcação.
O primeiro navio poderia estar pronto em 2007 e o último em 2010, explicou Machado.
Segundo informação anterior, do Ministério de Transportes, a compra dos petroleiros seria o primeiro passo em um plano de US$ 3 bilhões para comprar 52 novas embarcações.
Por outra parte, a secretaria de Energia, Indústria Naval e Pretróleo (Seinpe) do estado do Rio de Janeiro só quer ver embarcações brasileiras operando em flora da Transpetro em 2010, informou o secretário do Seinpe, Wagner Victer, em um comunicado na segunda-feira (23/08).
Victer emitiu suas declarações desde a Noruega e anunciou que a empresa norueguesa Solstad solicitaria a construção de uma AHTS de US$ 40 milhões em um estaleiro carioca este ano. A construção seria operada pela representante da Soldstad no Brasil, a Norskan, e seria realizada em aproximadamente 20 meses.



Fonte: BNamericas / Ag. Est
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar