acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Contratação no Leilão de Reserva totaliza 1.218,1 MW

19/08/2011 | 08h54
O Leilão de Energia de Reserva de 2011, realizado pelo Governo Federal nesta quinta-feira (18), contratou 1.218,1 megawatts (MW) de potência instalada em projetos de parques eólicos e de termelétricas à biomassa (bagaço de cana-de-açúcar e resíduos de madeira). Um total de 41 empreendimentos negociou a venda da energia, a um preço médio final de R$ 99,61/MWh – deságio de 31,8% em relação ao preço inicial de R$ 146/MWh.
 

A produção que efetivamente será gerada pelos projetos soma 589,3 MWmédios, sendo 428,8 MWmédios de eólica e 169,5 MWmédios de biomassa. A movimentação financeira nos contratos de compra e venda entre geradores e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, com prazos de duração de 20 anos, alcançará a cifra de R$ 8 bilhões, enquanto os investimentos na construção das usinas devem chegar a R$ 3,2 bilhões.
 

Na divisão por região geográfica, o Nordeste respondeu por 60% do montante total contratado, o Sudeste representou 20%, o Sul ficou com 11% e o Centro-Oeste com 9%.
 

O Leilão de Reserva contratou um estoque de geração de energia elétrica além do montante necessário para atender à demanda dos consumidores. O objetivo é aumentar a segurança e a garantia de fornecimento de eletricidade no país. Os projetos de eólica e biomassa contratados terão que iniciar a operação em 1° de julho de 2014. No caso das térmicas à biomassa, alguns projetos poderão começar a gerar um ano depois desse prazo.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar