acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Eletricidade

Consumo de energia residencial teve crescimento generalizado

02/07/2013 | 10h30

 

A Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgada na segunda-feira (1º) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, mostra que o crescimento do consumo residencial observado em maio deste ano (7,4%), em comparação a igual mês de 2012, se deu de forma generalizada em todas as regiões brasileiras.
O maior aumento foi registrado no Nordeste (9,5%), acumulando nos cinco primeiros meses do ano alta de 11,8%, com destaque para os estados de Pernambuco (16,8%) e do Ceará (11,4%).
De acordo com a EPE, nos últimos 12 meses, foram efetuadas mais de 2 milhões e 80 mil novas ligações residenciais no Brasil, das quais 31% na Região Nordeste. O consumo médio mensal por residência evoluiu 2,2% em relação a maio do ano passado, registrando expansão de 4,1% no Nordeste.
No Sudeste e no Sul, que concentram dois terços do consumo residencial do país, os avanços apurados em maio foram 5% e 6%, respectivamente, já corrigido o efeito do calendário de faturamento das concessionárias, que foi maior este ano do que no mesmo mês do ano passado. No Centro-Oeste, o aumento foi 8,6%.
O Norte do país registrou incremento de 7,9% no consumo residencial, em maio, acumulando até esse mês alta de 9,7%. Segundo revela a resenha, os sete estados que integram a região consumiram nos últimos 12 meses o equivalente a 6% do consumo total de energia elétrica do Brasil.
O consumo residencial predomina no Amapá (51%), em Roraima (50%) e no Acre (44%), por exemplo, enquanto o consumo industrial lidera no Pará (68%). Os números consideram o consumo acumulado de 12 meses findos em maio deste ano.

A Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgada na segunda-feira (1º) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, mostra que o crescimento do consumo residencial observado em maio deste ano (7,4%), em comparação a igual mês de 2012, se deu de forma generalizada em todas as regiões brasileiras.


O maior aumento foi registrado no Nordeste (9,5%), acumulando nos cinco primeiros meses do ano alta de 11,8%, com destaque para os estados de Pernambuco (16,8%) e do Ceará (11,4%).


De acordo com a EPE, nos últimos 12 meses, foram efetuadas mais de 2 milhões e 80 mil novas ligações residenciais no Brasil, das quais 31% na Região Nordeste. O consumo médio mensal por residência evoluiu 2,2% em relação a maio do ano passado, registrando expansão de 4,1% no Nordeste.


No Sudeste e no Sul, que concentram dois terços do consumo residencial do país, os avanços apurados em maio foram 5% e 6%, respectivamente, já corrigido o efeito do calendário de faturamento das concessionárias, que foi maior este ano do que no mesmo mês do ano passado. No Centro-Oeste, o aumento foi 8,6%.


O Norte do país registrou incremento de 7,9% no consumo residencial, em maio, acumulando até esse mês alta de 9,7%. Segundo revela a resenha, os sete estados que integram a região consumiram nos últimos 12 meses o equivalente a 6% do consumo total de energia elétrica do Brasil.


O consumo residencial predomina no Amapá (51%), em Roraima (50%) e no Acre (44%), por exemplo, enquanto o consumo industrial lidera no Pará (68%). Os números consideram o consumo acumulado de 12 meses findos em maio deste ano.

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar