acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indicadores

Consumo de energia elétrica cresce 3,1% em junho

30/07/2013 | 12h56
Consumo de energia elétrica cresce 3,1% em junho
Deposit Photos Deposit Photos

 

O consumo nacional de energia elétrica atendido por meio da rede atingiu, em junho, 37.664 gigawatts-hora (GWh), situando-se 3,1% acima do registrado em igual mês de 2012. As informações são da edição mais recente da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgada pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) nesta terça-feira (30).
A demanda industrial evoluiu à taxa de 1,1% em junho, frente ao mesmo mês do ano passado. Pela primeira vez desde o 1º trimestre de 2012, houve crescimento do consumo trimestral no período entre abril e junho (sobre igual trimestre do ano anterior), de 1,1%.
Com alta de 5,2%, o consumo residencial foi novamente o de melhor desempenho no mês. Também o segmento de comércio e serviços apresentou variação expressiva, de 5%. No ano, o consumo total acumula alta de 2,8%, praticamente a mesma variação observada no acumulado de 12 meses (2,9%). Em ambas as situações, o aumento é puxado pelo consumo das famílias e do segmento de comércio e serviços.

O consumo nacional de energia elétrica atendido por meio da rede atingiu, em junho, 37.664 gigawatts-hora (GWh), situando-se 3,1% acima do registrado em igual mês de 2012. As informações são da edição mais recente da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgada pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) nesta terça-feira (30).


A demanda industrial evoluiu à taxa de 1,1% em junho, frente ao mesmo mês do ano passado. Pela primeira vez desde o 1º trimestre de 2012, houve crescimento do consumo trimestral no período entre abril e junho (sobre igual trimestre do ano anterior), de 1,1%.


Com alta de 5,2%, o consumo residencial foi novamente o de melhor desempenho no mês. Também o segmento de comércio e serviços apresentou variação expressiva, de 5%. No ano, o consumo total acumula alta de 2,8%, praticamente a mesma variação observada no acumulado de 12 meses (2,9%). Em ambas as situações, o aumento é puxado pelo consumo das famílias e do segmento de comércio e serviços.

 

A resenha completa pode ser vista aqui.



Fonte: Ascom EPE
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar