acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Eletricidade

Consumo de energia cresce 1,4% em julho

29/08/2012 | 11h04
Consumo de energia cresce 1,4% em julho
Stock XCHNG Stock XCHNG

 

De acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o consumo nacional de eletricidade na rede atingiu 35,9 mil gigawatts-hora (GWh) em julho de 2012, um crescimento de 1,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. Enquanto a classe residencial apresenta desempenho modesto (+1,7%), o segmento de comércio e serviços mantém ritmo forte (+6,6%) e sustentado de crescimento.
As informações constam na mais recente edição da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgada pela EPE nesta quarta-feira (29). O documento mostra que a indústria registra queda pelo segundo mês consecutivo (-1,6%).
A edição destaca ainda o desempenho da demanda por eletricidade nos estados da região Nordeste. O relatório mostra que, desde o início do ano, o consumo de energia elétrica no Nordeste - que responde por 17% do total do país - expandiu 5,8%, superando o desempenho nacional no mesmo período, que foi de +3,8%. O mesmo ocorreu para as classes industrial, residencial e comercial, cujas taxas para o conjunto do país foram respectivamente de 0,9%, 4,6% e 7,3%, e, para a região Nordeste, de 1,2%, 6,2% e 9,1%.

De acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o consumo nacional de eletricidade na rede atingiu 35,9 mil gigawatts-hora (GWh) em julho de 2012, um crescimento de 1,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. Enquanto a classe residencial apresenta desempenho modesto (+1,7%), o segmento de comércio e serviços mantém ritmo forte (+6,6%) e sustentado de crescimento.


As informações constam na mais recente edição da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgada pela EPE nesta quarta-feira (29). O documento mostra que a indústria registra queda pelo segundo mês consecutivo (-1,6%).


A edição destaca ainda o desempenho da demanda por eletricidade nos estados da região Nordeste. O relatório mostra que, desde o início do ano, o consumo de energia elétrica no Nordeste - que responde por 17% do total do país - expandiu 5,8%, superando o desempenho nacional no mesmo período, que foi de +3,8%. O mesmo ocorreu para as classes industrial, residencial e comercial, cujas taxas para o conjunto do país foram respectivamente de 0,9%, 4,6% e 7,3%, e, para a região Nordeste, de 1,2%, 6,2% e 9,1%.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar