acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Premium II

Construção da refinaria volta a ser confirmada

19/07/2013 | 11h58

 

A presidente Dilma Rousseff afirmou que espera que a refinaria Premium II, a ser construída no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), tenha suas obras iniciadas ainda este ano. Questionada, entretanto, se poderia garantir isso, ela afirmou: "eu só posso garantir que ela será feita".
A presidente fez a declaração em coletiva à imprensa após solenidade de formatura de 3,2 mil alunos no programa Pronatec - Brasil sem Miséria, no Centro de Eventos do Ceará. Dilma reforçou que a refinaria demorará cerca de cinco a seis anos para ser construída, após iniciadas as obras. A refinaria Premium II foi posta no rol de projetos "em análise" no Plano de Negócios 2012-2016 da Petrobras, juntamente com a Premium I, no Maranhão, e a segunda fase do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). O status não foi alterado no plano seguinte, para os anos 2013-2017.
A estatal, entretanto, confirmou nesta semana ao 'Diário do Nordeste' que planeja concluir, até o fim deste mês, a fase de avaliação econômica do empreendimento, definindo, então, se ela é viável ou não para os atuais planos da empresa.
O projeto da Premium II está sendo reavaliado e, diferentemente do que se projetava no início, poderá ser modulado. Isto é, ao invés de iniciar em 2017 com uma capacidade de refino de 300 mil barris por dia, será dividida em três módulos de 100 mil barris, com prazos diferentes de operação.
A concretização da refinaria é hoje uma das principais demandas do Ceará, que vem sendo puxada como bandeira pela classe política local. A Assembleia Legislativa do Estado encabeçou uma campanha e vem realizando eventos em diferentes cidades do Interior, para reforçar a mobilização.
Apesar de o início das obras do empreendimento ainda ser incerto, os primeiros trabalhos na área para receber a usina foram iniciados. Segundo o gerente de implantação da Premium II, Raimundo Lutif, presente ontem na cerimônia no Centro de Eventos, as obras de cercamento do terreno da refinaria já foram iniciados na última segunda-feira. O serviço está sendo realizado pela cearense Simmer Construções e Instalações, que fechou contrato com a Petrobras no dia 9 de julho último.
Índios Anacé
"Os índios não são mais empecilho", afirmou ontem, o representante da comunidade indígena Anacé, Júnior Anacé. Ele, juntamente com outros índios, estiveram presentes ao evento de inauguração das duas últimas estações da Linha Sul do Metrô de Fortaleza (Metrofor).
Segundo Júnior, os índios ainda estão aguardando a assinatura do Termo de Compromisso a ser firmado entre Governo do Estado, Petrobras e Funai para a Reserva Indígena Anacé. "O local já foi fechado e nós confirmamos a área, que possui 543 hectares. Nós aceitamos o acordo desde que seja feita a indenização das famílias desapropriadas, construídas as nossas casas e feita toda a infraestrutura do local, com escolas e postos de saúde para a nossa comunidade".

A presidente Dilma Rousseff afirmou que espera que a refinaria Premium II, a ser construída no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), tenha suas obras iniciadas ainda este ano. Questionada, entretanto, se poderia garantir isso, ela afirmou: "eu só posso garantir que ela será feita".


A presidente fez a declaração em coletiva à imprensa após solenidade de formatura de 3,2 mil alunos no programa Pronatec - Brasil sem Miséria, no Centro de Eventos do Ceará. Dilma reforçou que a refinaria demorará cerca de cinco a seis anos para ser construída, após iniciadas as obras. A refinaria Premium II foi posta no rol de projetos "em análise" no Plano de Negócios 2012-2016 da Petrobras, juntamente com a Premium I, no Maranhão, e a segunda fase do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). O status não foi alterado no plano seguinte, para os anos 2013-2017.


A estatal, entretanto, confirmou nesta semana ao 'Diário do Nordeste' que planeja concluir, até o fim deste mês, a fase de avaliação econômica do empreendimento, definindo, então, se ela é viável ou não para os atuais planos da empresa.


O projeto da Premium II está sendo reavaliado e, diferentemente do que se projetava no início, poderá ser modulado. Isto é, ao invés de iniciar em 2017 com uma capacidade de refino de 300 mil barris por dia, será dividida em três módulos de 100 mil barris, com prazos diferentes de operação.


A concretização da refinaria é hoje uma das principais demandas do Ceará, que vem sendo puxada como bandeira pela classe política local. A Assembleia Legislativa do Estado encabeçou uma campanha e vem realizando eventos em diferentes cidades do Interior, para reforçar a mobilização.


Apesar de o início das obras do empreendimento ainda ser incerto, os primeiros trabalhos na área para receber a usina foram iniciados. Segundo o gerente de implantação da Premium II, Raimundo Lutif, presente ontem na cerimônia no Centro de Eventos, as obras de cercamento do terreno da refinaria já foram iniciados na última segunda-feira. O serviço está sendo realizado pela cearense Simmer Construções e Instalações, que fechou contrato com a Petrobras no dia 9 de julho último.



Índios Anacé


"Os índios não são mais empecilho", afirmou ontem, o representante da comunidade indígena Anacé, Júnior Anacé. Ele, juntamente com outros índios, estiveram presentes ao evento de inauguração das duas últimas estações da Linha Sul do Metrô de Fortaleza (Metrofor).


Segundo Júnior, os índios ainda estão aguardando a assinatura do Termo de Compromisso a ser firmado entre Governo do Estado, Petrobras e Funai para a Reserva Indígena Anacé. "O local já foi fechado e nós confirmamos a área, que possui 543 hectares. Nós aceitamos o acordo desde que seja feita a indenização das famílias desapropriadas, construídas as nossas casas e feita toda a infraestrutura do local, com escolas e postos de saúde para a nossa comunidade".

 



Fonte: Diário do Nordeste
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar