acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Consórcio com Furnas vence leilão da hidrelétrica Três Irmãos

28/03/2014 | 11h20
Consórcio com Furnas vence leilão da hidrelétrica Três Irmãos
Divulgação Divulgação

 

O consórcio Novo Oriente, formado por Furnas (49,9%) e Fundo de Investimento em Participações Constantinopla (50,1%) venceu o Leilão 02/2014 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), realizado nesta sexta-feira (28) na sede da Bovespa, em São Paulo, para outorga da concessão da Usina Hidrelétrica Três Irmãos (SP), mediante a contratação de serviço de geração de energia elétrica. O lance vitorioso do Custo de Gestão dos Ativos de Geração (GAG) foi de R$ 31,623 milhões/ano, preço teto estabelecido no certame. A concessão terá prazo de 30 anos.
“A usina tem total sinergia com o sistema de Furnas, que possui 95% da sua geração proveniente de fonte hídrica, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do Brasil. A conquista reforça nossa estratégia de negócio voltada à prestação de serviços de operação e manutenção de ativos, que é uma expertise da empresa, a fim de explorar as concessões que serão licitadas, principalmente as de usinas que não foram renovadas”, destaca o presidente de Furnas, Flavio Decat.
“Essa vitória foi muito significativa para Furnas, que consolida o modelo de parceria como fórmula de crescimento e ratifica a experiência na operação de grandes hidrelétrica. Três Irmãos chega para ampliar a nossa matriz energética de geração limpa e renovável, foco dos novos negócios da companhia”, afirma a diretora de Novos Negócios e Participações de Furnas, Olga Simbalista.
Com a incorporação da UHE Três Irmãos ao seu portfólio de geração, Furnas passará a contar com 18 hidrelétricas em operação, entre empreendimentos próprios e em parceria, e capacidade instalada de 12,7 mil MW de energia de base, 100% limpa e renovável, que corresponde a 10% da potência total da geração de energia do país (127 mil MW). 
Até então sob operação da Companhia Energética de São Paulo (Cesp), a UHE Três Irmãos foi a primeira usina a ser relicitada entre as que não foram renovadas conforme as regras estabelecidas pelo governo federal, sob o regime de que trata o art. 8º da Lei nº 12.783/2013.  
Localizada no rio Tietê, no município paulista de Pereira Barreto, o empreendimento entrou em operação em 1993 com capacidade instalada de 807,50 MW, suficientes para abastecer três milhões de habitantes por ano.  

O consórcio Novo Oriente, formado por Furnas (49,9%) e Fundo de Investimento em Participações Constantinopla (50,1%) venceu o Leilão 02/2014 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), realizado nesta sexta-feira (28) na sede da Bovespa, em São Paulo, para outorga da concessão da Usina Hidrelétrica Três Irmãos (SP), mediante a contratação de serviço de geração de energia elétrica. O lance vitorioso do Custo de Gestão dos Ativos de Geração (GAG) foi de R$ 31,623 milhões/ano, preço teto estabelecido no certame. A concessão terá prazo de 30 anos.

“A usina tem total sinergia com o sistema de Furnas, que possui 95% da sua geração proveniente de fonte hídrica, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do Brasil. A conquista reforça nossa estratégia de negócio voltada à prestação de serviços de operação e manutenção de ativos, que é uma expertise da empresa, a fim de explorar as concessões que serão licitadas, principalmente as de usinas que não foram renovadas”, destaca o presidente de Furnas, Flavio Decat.

“Essa vitória foi muito significativa para Furnas, que consolida o modelo de parceria como fórmula de crescimento e ratifica a experiência na operação de grandes hidrelétrica. Três Irmãos chega para ampliar a nossa matriz energética de geração limpa e renovável, foco dos novos negócios da companhia”, afirma a diretora de Novos Negócios e Participações de Furnas, Olga Simbalista.

Com a incorporação da UHE Três Irmãos ao seu portfólio de geração, Furnas passará a contar com 18 hidrelétricas em operação, entre empreendimentos próprios e em parceria, e capacidade instalada de 12,7 mil MW de energia de base, 100% limpa e renovável, que corresponde a 10% da potência total da geração de energia do país (127 mil MW). 

Até então sob operação da Companhia Energética de São Paulo (Cesp), a UHE Três Irmãos foi a primeira usina a ser relicitada entre as que não foram renovadas conforme as regras estabelecidas pelo governo federal, sob o regime de que trata o art. 8º da Lei nº 12.783/2013.  

Localizada no rio Tietê, no município paulista de Pereira Barreto, o empreendimento entrou em operação em 1993 com capacidade instalada de 807,50 MW, suficientes para abastecer três milhões de habitantes por ano.  



Fonte: Redação TN/ Ascom Furnas
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar