acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Concessões

Concessões deverão ter regras para evitar cartel na infraestrutura

11/08/2016 | 10h56

O governo pediu a ajuda do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para que os próximos editais de concessões na área de infraestrutura tenham regras que permitam maior concorrência e evitem a formação de cartel. O assunto foi tratado hoje (10) em uma reunião entre o secretário executivo do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República, Moreira Franco, e o presidente interino do Cade, Márcio de Oliveira Junior.

Segundo Moreira, o objetivo é garantir regras regulatórias que garantam a transparência das concessões. “Olhando o passado, nas concessões, não tivemos um ambiente em que a concorrência fosse algo que se perseguisse. E é fundamental para a transparência, é importantíssimo para garantir a qualidade do processo, os serviços de bons resultados, que nós tenhamos esse procedimento com a concorrência sendo um elemento indispensável”, disse o secretário.

O Cade deverá sugerir ao governo regras que possam ser incorporadas nos leilões de concessões para que haja maior número de participantes, estimulando maior competição. O presidente do Conselho citou como exemplo a possibilidade de tradução dos editais para outras línguas, para que empresas estrangeiras sejam estimuladas a participar das concorrências.

Segundo Oliveira, a presença do Cade nesse processo pode reduzir a probabilidade de realização de cartéis em concessões. “Sabemos quais medidas podem ser tomadas para prevenir a existência de cartéis. Essas regras previnem a existência de cartéis em licitações. Mas elas impedem, zeram a probabilidade de que haja cartéis? Eu diria que não, até porque a criatividade é ilimitada, as empresas podem estabelecer algumas estratégias que, ao fim, configuram um cartel”, disse o presidente interino do Cade.

A primeira reunião do Conselho do PPI está marcada para o dia 25 deste mês. Na ocasião, serão definidos os primeiros projetos de concessão à iniciativa privada, que devem incluir rodovias, ferrovias e terminais portuários, além da concessão dos aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis, Salvador e Bahia.



Fonte: Redação/Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar