acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Energia Elétrica

Concessionárias de energia realizam Semana Nacional de Segurança

04/11/2008 | 10h30

As concessionárias de energia de todo o país realizam desde ontem (3) até o domingo (9) a 3ª Semana Nacional da Segurança com Energia Elétrica. A Companhia Paranaense de Energia (Copel) e outras 30 concessionárias participam da iniciativa promovida pela Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee).

 

Segundo Norton Nicolazzi, da Segurança de Trabalho da Copel, a idéia é conscientizar a população sobre os cuidados a serem observados para evitar acidentes com a rede de energia elétrica.

 

“No Paraná a campanha é uma continuidade, um reforço para um trabalho que é realizado durante todo o ano em escolas, indústrias, conselhos comunitários, empresas. Esta semana estaremos com intensa programação em 60 municípios”, explicou Nicolazzi.

 

No restante do país, as distribuidoras montaram uma força-tarefa para realizar ações em seus estados.

 

Para a campanha foram selecionados temas com os maiores riscos de acidentes no manuseio de equipamentos elétricos, contato com redes energizadas ou atitudes que possam representar perigo de acidentes graves.

 

Segundo um balanço da Copel, de janeiro a setembro deste ano diminuiu em 30% número de acidentes no estado, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2007, foram registrados 107 acidentes, e de janeiro a setembro deste ano, 51. Deste total, 23 acidentes foram causados por toque na rede de energia com a mão ou com barra de ferro, constituindo-se a causa mais comum de acidentes.

 

Atualmente, em todo o país são 2,5 milhões de quilômetros de rede de distribuição, que atendem 187 milhões de pessoas, com uma cobertura de 98,7% dos domicílios.
As 63 distribuidoras de energia do país filiadas à Abradee separam os dados em 14 tipos de ocorrência. A análise dos dados de 2001 a 2007 mostra média anual de 992 pessoas acidentadas, que resultaram em 329 mortes, 266 lesões graves e 397 lesões leves.

De acordo com análise feita pela Copel, o pior resultado é o de acidentes causados pelo furto de energia. O número de mortes subiu de 39 em 2006 para 52 em 2007, ou seja, uma morte por semana.

Nicolazzi comentou que no Paraná não houve nenhum acidente relacionado a pipas perto dos fios de luz e nem com antenas, entretanto, a empresa mantém seu trabalho de conscientização de riscos. Além dos comunicados pela fatura de energia e mensagens de rádio reforçando os cuidados para os 3,5 milhões de clientes da Copel, constam na programação visita de cerca de 500 empregados voluntários a canteiros de obras, supermercados, terminais de ônibus, cooperativas agrícolas e escolas. E tem também um projeto novo, o Arte nos Muros.

“Cinco muros de subestações urbanas da companhia vão ganhar nova aparência passando a divulgar, por meio da arte, as mensagens de segurança graças à um convênio com a Associação dos Artistas Plásticos do Paraná. Em cada muro serão pintadas cenas com instalação de antena de TV, pipa, construção civil, furto de energia, enfeites natalinos e máquinas agrícolas.



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar