acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petroquímica

Comperj transforma Itaboraí na Dubai de RJ

10/01/2011 | 10h29
O município de Itaboraí, localizado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, já vem sendo chamado de Eldorado (uma antiga lenda indígena de uma cidade que teria suas construções em ouro maciço) e até de Dubai, emirado rico em petróleo do Oriente Médio. Esses são alguns nomes dados por diversos empresários em referência aos impactos econômicos que vem provocando na região a construção pela Petrobras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).


Um dos principais impactos é o aumento da população: só em 2010 foram 50 mil novos moradores, totalizando, segundo a prefeitura, 300 mil habitantes. No comércio, 160 novas empresas se instalaram no ano passado em Itaboraí, que vive uma explosão imobiliária. Por outro lado, a cidade já sofre os dilemas do futuro: os preços dos imóveis não param de subir, reflexo do maior fluxo migratório. E só um terço da população conta com rede de esgoto e saneamento básico. Mas isso é só o início da transformação. Estudo da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) aponta que o Comperj vai atrair entre 320 e 700 indústrias para o município nos próximos cinco anos. A expectativa é que em dez anos a população chegue a um milhão.


O Comperj gerou seis mil empregos em 2010. Este ano, o número deve ficar entre 10 mil e 11 mil. Mas estamos atentos a isso. Como a mão de obra na cidade não tem qualificação, estamos em um esforço de capacitação, conversando com o governo estadual e federal para trazer escolas técnicas e profissionalizantes. Sem isso, vamos ficar sem as melhores vagas - aponta Saíde Abrão, secretário de Trabalho de Itaboraí.


Fonte: O Globo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar