acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
P-53

Começa a ser tripulada no próximo dia 24

14/07/2008 | 09h15

As obras na plataforma oceânica P-53 serão concluídas até 15 de agosto, mas ela começa a ser tripulada antes. O embarque da equipe que vai tripular a plataforma no mar está previsto para o próximo dia 24, para o grupo ir se familiarizando com ela.

 

A partir do embarque, apesar de a P-53 permanecer atracada no cais da área industrial da Quip, no Porto Novo, a equipe agirá como se já estivesse no mar, colocando em prática o regime de 14 dias consecutivos a bordo. É uma forma de teste, de verificação e adaptação de seus equipamentos antes de ir para o mar, que faz parte do processo de finalização.

 

Alguns desses trabalhadores já estão em Rio Grande, assim como o gerente da plataforma no mar, que está acompanhando toda a construção da P-53 desde Cingapura, segundo o diretor de suporte corporativo à gestão da Quip, Marcos Reis. Ela será operada por 270 homens.

 

A Quip S/A (Queiroz Galvão, Ultratec e Iesa), empresa responsável pela construção da P-53, mantém a data de 15 de agosto para a conclusão da plataforma.Nos próximos dias, serão inaugurados o alojamento e o restaurante. Conforme Marcos Reis, ela já está pronta, sendo que agora estão ocorrendo os testes necessários.

 

Atualmente, estão sendo finalizados os testes hidrostáticos e de malha (parte elétrica), o comissionamento (testes preliminares de funcionamento dos equipamentos) e uma pequena parte (0,5%) de complementação mecânica. Hoje, as obras de construção da P-53 estão envolvendo 3. 200 trabalhadores, sendo 2000 sobre a plataforma. O total abrange funcionários da Quip, subcontratados e pessoal do Marlim Leste e da Petrobras.

 

Essa quantidade de trabalhadores deve se manter até o próximo de 15 de agosto. Na atual fase, há seguidas mudanças de pessoal, de acordo com o tipo de atividade desenvolvida nas etapas de trabalho. Marcos Reis observou que nas últimas 10 semanas saíram em torno de 300 pessoas e entraram 420. E parte do pessoal que está saindo já está sendo realocado para outras obras.

 

Após o término dos trabalhos na P-53, ainda haverá o serviço de limpeza, arrumação e retirada das instalações provisórias montadas a bordo, como contêineres e sistema de eletricidade temporário. Além disso, também acontecerá o processo de liberação alfandegária e o teste de inclinação, no qual é verificado se os controles de lastro da plataforma estão funcionando adequadamente.

 

Em função disso e considerando que o teste de inclinação depende de condições climáticas adequadas, a P-53 deve sair do Porto do Rio Grande na primeira semana de setembro. O batismo da plataforma, evento que terá a participação de diversas autoridades, está previsto para 29 de agosto. A confirmação da data depende apenas da agenda das autoridades que deverão estar presentes.

 

"Sete ou oito dias após o batismo, ela sai daqui", relatou Reis. A expectativa é de que em outubro a P-53 entre em operação, produzindo o primeiro óleo. Ela será instalada na Bacia de Campos, no Campo de Marlim Leste, em local cuja profundidade é de 1080 metros.

 

Terá capacidade de produzir 180 mil barris/dia de óleo e seis milhões de metros cúbicos de gás, além de tratar e injetar 245 mil metros cúbicos de água por dia e gerar 92 megawatt de energia.

 

Novos projetos

 

A Quip está trabalhando para conquistar novos projetos para execução em sua área industrial em Rio Grande, localizada no Porto Novo. Um grupo de profissionais das empresas acionistas está trabalhando com este intuito.

 

De acordo com Marcos Reis, a empresa está participando do processo de licitação para construção dos módulos da plataforma P-55 e integração destes, em andamento, e vai participar também da licitação da P-63, ainda não iniciada.

 

A Quip estuda inclusive associações com outras empresas para conquistar a concorrência da P-63 e está otimista.



Fonte: Jornal Agora - RS
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar