acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gás Natural

Combustível chega ao setor industrial em Niterói

08/11/2005 | 00h00

A Brasil Amarras será a primeira empresa a receber gás natural em Niterói (RJ), evento que marca a chegada oficial do combustível à cidade, segundo informa o secretário estadual de Energia, Indústria Naval e do Petróleo, Wagner Victer. Para atender a demanda da companhia por 70 mil m³ de gás natural por mês, em substituição a 56 toneladas de, gás liqüefeito de petróleo (GLP), a CEG construiu uma rede de média pressão de 1,6 km, interligada ao gasoduto principal.

O projeto de gaseificação de Niterói e São Gonçalo corresponderá a um investimento de R$ 150 milhões, segundo informa a companhia. Todo o projeto inclui a construção de um gasoduto de 36 Km a partir do município de Itaboraí, seguindo por São Gonçalo até chegar à Niterói, além de redes secundárias de 41 km em Niterói.

Até o final de 2005, a companhia prevê o abastecimento de 15 mil clientes residenciais e mais 2 postos de GNV, além dos dois que jã estão em funcionamento. Em 2006, o gás natural chegará à Região Oceânica da cidade. A previsão da CEG é atender, nos próximos cinco anos, 42 mil residências e estabelecimentos comerciais e 20 postos de GNV. Para isso, serão construídos 220 Km de rede interna em Niterói e São Gonçalo.

O fornecimento à Brasil Amarras será iniciado nesta quarta-feira (09/11) na sede da indústria com a presença da governadora da Rio de Janeiro, Rosinha Matheus; do secretário estadual de Energia, Indústria Naval e do Petróleo, Wagner Victer; do prefeito de Niterói, Godofredo Pinto; e dos presidentes das empresas CEG, Daniel López Jordá, e da Brasil Amarras, Elízio Moreira da Fonseca.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar