acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Nigéria

Com a primeira recessão em 25 anos, a Nigéria lança fundo de US$ 200 milhões para apoiar empresas de petróleo e gás

25/08/2017 | 11h49

A Nigéria lançou um fundo na quinta-feira com um valor inicial de US$ 200 milhões para apoiar empresas locais de petróleo e gás, disse o ministro do petróleo, a medida faz parte do governo para aumentar o acesso ao crédito de baixo custo na economia.

O Fundo de Desenvolvimento de Conteúdo da Nigéria (NCDF) será financiado através da alocação do fundo de 1% do valor de todos os contratos adjudicados no setor de petróleo e gás, disse o Ministério do Petróleo.

As vendas de petróleo representam cerca de dois terços das receitas nacionais na maior economia de África, que está em sua primeira recessão em 25 anos, em grande parte devido aos baixos preços globais do petróleo.

O novo fundo irá financiar novas empresas de energia ou que adquiriram ativos como plataformas de petróleo, disseram funcionários do ministério. Também ofereceria financiamento de projetos e ajudaria a refinanciar empréstimos existentes, disseram eles.

"Gostaria de ver este fundo em empresas de última geração e de tecnologia", disse o ministro de Estado do Petróleo, Emmanuel Kachikwu, durante o evento na capital Abuja para lançar o fundo.

O objetivo era aumentar o tamanho do fundo para US$ 1 bilhão, disse ele, sem dar um prazo.

As empresas poderão emprestar até US$ 10 milhões para um único projeto ou investimento a taxas de juros de um dígito em cinco anos, disseram autoridades. Normalmente, um banco comercial cobraria taxas de juros de dois dígitos na Nigéria.

O Nigéria Content Development and Monitoring Board (NCDMB) administraria o fundo ao lado do banco estatal da indústria, disseram autoridades.



Fonte: Reuters, 25/08/2017
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar