acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indicadores

CNI: confiança do empresário industrial cresce

22/02/2013 | 11h52

 

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) informou na quinta-feira (21) que, após dois meses consecutivos de queda, a confiança do empresário da indústria em relação à sua empresa e à economia voltou a crescer em fevereiro.
A avaliação foi feita com base no Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei). O índice aumentou 1,4 ponto na comparação com janeiro, atingindo 58,1 pontos. O resultado é praticamente o mesmo de fevereiro de 2012 (58,2 pontos). O Icei varia de 0 a 100 pontos e valores acima de 50 mostram empresários confiantes.
Para a CNI, mesmo com o resultado, a “trajetória sugere a continuidade de um lento processo de recuperação da produção industrial nos próximos meses".
O indicador que mede a percepção do empresário sobre as condições atuais ficou em 49,4 pontos em fevereiro, próximo à linha divisória dos 50 pontos. Na avaliação dos técnicos da confederação, esse resultado aponta uma percepção neutra sobre os negócios. Para os próximos seis meses, as expectativas do empresariado aumentaram 1,4 ponto em fevereiro sobre janeiro, atingindo 62,3 pontos. Valores além dos 50 pontos representam perspectiva otimista ou situação melhor.
A confiança tem destaque entre as as pequenas empresas, que registraram um crescimento de 2 pontos no Icei em fevereiro comparativamente ao mês de janeiro, atingindo 57,4 pontos, contra a alta de 1,3 ponto das médias empresas (57,3 pontos) e de 1,2 ponto das grandes (58,9 pontos).
A CNI informou também que o levantamento foi feito entre 1º e 18 de fevereiro, com 2.257 empresas, sendo 807 pequenas, 884 médias e 566 grandes.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) informou na quinta-feira (21) que, após dois meses consecutivos de queda, a confiança do empresário da indústria em relação à sua empresa e à economia voltou a crescer em fevereiro.


A avaliação foi feita com base no Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei). O índice aumentou 1,4 ponto na comparação com janeiro, atingindo 58,1 pontos. O resultado é praticamente o mesmo de fevereiro de 2012 (58,2 pontos). O Icei varia de 0 a 100 pontos e valores acima de 50 mostram empresários confiantes.


Para a CNI, mesmo com o resultado, a “trajetória sugere a continuidade de um lento processo de recuperação da produção industrial nos próximos meses".


O indicador que mede a percepção do empresário sobre as condições atuais ficou em 49,4 pontos em fevereiro, próximo à linha divisória dos 50 pontos. Na avaliação dos técnicos da confederação, esse resultado aponta uma percepção neutra sobre os negócios. Para os próximos seis meses, as expectativas do empresariado aumentaram 1,4 ponto em fevereiro sobre janeiro, atingindo 62,3 pontos. Valores além dos 50 pontos representam perspectiva otimista ou situação melhor.


A confiança tem destaque entre as as pequenas empresas, que registraram um crescimento de 2 pontos no Icei em fevereiro comparativamente ao mês de janeiro, atingindo 57,4 pontos, contra a alta de 1,3 ponto das médias empresas (57,3 pontos) e de 1,2 ponto das grandes (58,9 pontos).


A CNI informou também que o levantamento foi feito entre 1º e 18 de fevereiro, com 2.257 empresas, sendo 807 pequenas, 884 médias e 566 grandes.

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar