acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tecnologia

Cisco inaugura centro de inovação no Rio

22/08/2013 | 16h00
Cisco inaugura centro de inovação no Rio
Divulgação Divulgação

 

A Cisco abriu hoje, no Rio de Janeiro, o seu primeiro Centro de Inovação, que vai integrar o portfólio da empresa com a tecnologia das companhias locais. O objetivo da construção do centro é criar soluções para atender às necessidades do mercado brasileiro nas mais diversas áreas, como educação, esporte, saúde, redes elétricas inteligentes (smart grid) e petróleo e gás. 
O Centro de Inovação da Cisco faz parte de um pacote de investimentos programado no ano passado pela empresa para o país, da ordem de R$1 bilhão nos próximos quatro anos. Dentro desse pacote de investimentos está incluído o aporte de recursos em fundos de venture capital de Tecnologia da Informação (TI). 
Para Rodrigo Dienstmann, presidente da Cisco do Brasil, a TI é a chave para libertar a força de crescimento através da inovação que o Brasil tem mas que ainda não explora como deveria. Já o presidente mundial da Cisco, Rob Lloy, disse que a empresa quer convidar parceiros para desenvolverem juntos as tecnologias para solucionar as questões das diversas áreas de atuação da Cisco. 
Com relação às soluções para o setor de óleo e gás, Rob afirmou que a empresavai caminhar no sentido de conectar as tecnologias nas plataformas offshore. 

A Cisco abriu hoje, no Rio de Janeiro, o seu primeiro Centro de Inovação, que vai integrar o portfólio da empresa com a tecnologia das companhias locais. O objetivo da construção do centro é criar soluções para atender às necessidades do mercado brasileiro nas mais diversas áreas, como educação, esporte, saúde, redes elétricas inteligentes (smart grid) e petróleo e gás. 


O Centro de Inovação da Cisco faz parte de um pacote de investimentos programado no ano passado pela empresa para o país, da ordem de R$1 bilhão nos próximos quatro anos. Dentro desse pacote de investimentos está incluído o aporte de recursos em fundos de venture capital de Tecnologia da Informação (TI). 


Para Rodrigo Dienstmann, presidente da Cisco do Brasil, a TI é a chave para libertar a força de crescimento através da inovação que o Brasil tem mas que ainda não explora como deveria. Já o presidente mundial da Cisco, Rob Lloy, disse que a empresa quer convidar parceiros para desenvolverem juntos as tecnologias para solucionar as questões das diversas áreas de atuação da Cisco. 


Com relação às soluções para o setor de óleo e gás, Rob afirmou que a empresa vai caminhar no sentido de conectar as tecnologias nas plataformas offshore.

 

*Na foto (direita para a esquerda): Rob Lloy, presidente mundial da Cisco; Rodrigo Dienstmann, presidente da Cisco do Brasil; Jordi Botifoll, presidente da Cisco para América Latina



Fonte: Redação TN Petróleo/ Rodrigo Miguez
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar