acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Relações internacionais

Chirac elogia nacionalização das reservas de gás natural na Bolívia

26/05/2006 | 00h00

O presidente da França, Jacques Chirac, elogiou nesta quinta-feira (25/05) a nacionalização das reservas bolivianas de gás natural. Para ele, a decisão de Evo Morales "devolveu a honra a um país sofrido".

Chirac, que deu a declaração em entrevista coletiva, no Palácio da Alvorada, após encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mostrou-se confiante no encontro de uma solução para a crise entre Brasil e Bolívia, gerada pelas medidas adotadas por Morales no setor de energia.

Já o presidente Lula disse que pretende resolver o problema com o país vizinho por meio da conversa. "Em vez de ser truculento com a Bolívia, eu acreditei no poder da conversa, na capacidade de diálogo", afirmou o presidente brasileiro.

De acordo com Lula, a nacionalização das reservas de gás não é culpa de Morales."O problema não foi o Evo Morales. O problema foi que o Sánchez de Lozada [ex-presidente da Bolívia] caiu. Um dos motivos por que ele caiu foi o movimento pela nacionalização do gás da Bolívia", afirmou.

Questionado sobre ações nacionalistas por parte de governos sul-americanos, Lula respondeu que a região vive um "rico" e intenso momento político. "O Brasil continua acreditando que a integração da América do Sul é uma necessidade. A construção da democracia e da paz é a única possibilidade que nós temos de nos transformarmos em nações ricas".



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar