acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Oil & Gas 2010

Chinook & Cascade são tema de debate na Rio Oil & Gas

15/09/2010 | 13h12

A sessão especial sobre os campos de Chinook & Cascade, no Golfo do México, abriu os trabalhos de hoje (15) na Rio Oil & Gas 2010. Diversos representantes de várias áreas da Petrobras America falaram sobre os desafios enfrentados para este projeto que já se destaca com a utilização do primeiro FPSO da região, o BW Pioneer. A produção inicial diária é de 80 mil barris.

 

Chinook and Cascade fica a 250 km ao sul da costa de Louisiana, nos Estados Unidos, de onde será retirado óleo e gás de águas ultra-profundas. A Petrobras começou a operar na região em 2006, com muitas incertezas a respeito da quantidade de óleo existente e dos furacões que todos os anos passam pelo Golfo do México. A escolha da FPSO para este projeto foi exatamente por causa desses eventos. Para a Petrobras, este é o projeto mais complexo da empresa e um dos mais complexos do mundo.

 

Segundo Flávio Dias de Moraes, da Petrobras America, um dos desafios foi a implantação de novas tecnologias, devido às condições extremas da região, que exigiram inclusive um alto uso de equipamentos subsea, como a mais profunda linha de exploração de gás do mundo. Sérgio Porciúncula, gerente de subsea da Petrobras America, disse que as inovações tecnológicas feitas pela Petrobras no Golfo do México irão trazer um importante know-how para os trabalhos de exploração do pré-sal no Brasil.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar