acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Alternativa

China importará tecnologia de produção de biocombustível

21/11/2006 | 00h00

A China National Petroleum Corp. (CNPC), maior produtora de petróleo do país, anunciou ontem à noite ter concluído as negociações sobre a importação de tecnologia para produção de biocombustível na província de Sichuan, no sudoeste da China. Segundo a companhia, sua divisão de bioenergia concluiu as negociações com quatro empresas estrangeiras na segunda quinzena de novembro.
A CNPC pretende construir duas usinas de biocombustível em Sichuan até 2010. Uma vai produzir etanol a partir da batata doce, com capacidade para 600 mil toneladas ao ano, enquanto a outra vai usar semente de pinhão para produzir 100 mil toneladas de biodiesel ao ano. Os detalhes financeiros do acordo não foram divulgados.

A CNPC tem experiência na produção de etanol. A empresa investiu em uma fábrica do produto na província de Jilin (nordeste do país), em 2001. Sichuan é rica em batata doce e sementes de pinhão. A região, porém, produz muito pouco petróleo - cerca de 100 mil toneladas por ano.

A China atualmente é a terceira maior produtora de etanol combustível do mundo, depois do Brasil e dos Estados Unidos, com 10,2 milhões de toneladas por ano. A produção de biodiesel da China ainda está em seus primeiros estágios, mas provavelmente deverá crescer nos próximos anos com a ajuda de investimentos. As informações são da Dow Jones.



Fonte: Agencia Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar