acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Chevron informa fim da suspensão de suas atividades no Brasil

03/12/2012 | 16h07

 

Chevron informa fim da suspensão de suas atividades no Brasil
A empresa suspendeu voluntariamente sua produção em março de 2012.
Chevron informa fim da suspensão de suas atividades no BrasilA Chevron conseguiu que a Justiça brasileira pusesse fim à suspensão das atividades de exploração no país e trabalha junto aos órgãos de supervisão da área para voltar à atividade, disse hoje a empresa em um comunicado enviado por e-mail:"A Chevron está satisfeita com a decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região em suspender a liminar". A Chevron Brasil havia suspendido voluntariamente suas atividades de produção em março de 2012. Em agosto, a empresa apresentou à ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) seu plano de retorno à produção e está trabalhando com as agências reguladoras para uma retomada segura de suas atividades.Em setembro, a Chevron pagou uma multa de R$ 35,1 milhões por 24 infrações ligadas ao vazamento.O Brasil puniu a empresa por considerar que ela foi negligente, já que podia ter evitado o vazamento. Em agosto, a justiça brasileira ordenou à Chevron e a Transocean, uma das principais operadoras de sondas petrolíferas no mundo, que atuava em Frade, a suspender suas operações de extração e transporte de petróleo no Brasil. Ambas as empresas apelaram da decisão.
A Chevron conseguiu que a Justiça brasileira pusesse fim à suspensão das atividades de exploração no país e trabalha junto aos órgãos de supervisão da área para voltar à atividade, disse hoje a empresa em um comunicado enviado por e-mail.
"A Chevron está satisfeita com a decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região em suspender a liminar". 
A Chevron Brasil havia suspendido voluntariamente suas atividades de produção em março de 2012. Em agosto, a empresa apresentou à ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) seu plano de retorno à produção e está trabalhando com as agências reguladoras para uma retomada segura de suas atividades.
Em setembro, a Chevron pagou uma multa de R$ 35,1 milhões por 24 infrações ligadas ao vazamento.
O Brasil puniu a empresa por considerar que ela foi negligente, já que podia ter evitado o vazamento. Em agosto, a justiça brasileira ordenou à Chevron e a Transocean, uma das principais operadoras de sondas petrolíferas no mundo, que atuava em Frade, a suspender suas operações de extração e transporte de petróleo no Brasil. Ambas as empresas apelaram da decisão.

A Chevron conseguiu que a Justiça brasileira pusesse fim à suspensão das atividades de exploração no país e trabalha junto aos órgãos de supervisão da área para voltar à atividade, disse hoje a empresa em um comunicado enviado por e-mail: "A Chevron está satisfeita com a decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região em suspender a liminar". 



A Chevron Brasil havia suspendido voluntariamente suas atividades de produção em março de 2012. Em agosto, a empresa apresentou à ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) seu plano de retorno à produção e está trabalhando com as agências reguladoras para uma retomada segura de suas atividades.



Em setembro, a Chevron pagou uma multa de R$ 35,1 milhões por 24 infrações ligadas ao vazamento.



O Brasil puniu a empresa por considerar que ela foi negligente, já que podia ter evitado o vazamento. Em agosto, a justiça brasileira ordenou à Chevron e a Transocean, uma das principais operadoras de sondas petrolíferas no mundo, que atuava em Frade, a suspender suas operações de extração e transporte de petróleo no Brasil. Ambas as empresas apelaram da decisão.

 



Fonte: Redação TN
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar