acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petróleo e Gás

Chevron estima produzir 5 mil barris diários em Frade

26/04/2013 | 17h45

 

A petrolífera americana Chevron vai aumentar gradualmente a produção no campo de Frade, na bacia de Campos, e pretende explorar 5 mil barris por dia em 2013, disse Patricia Yarrington, diretora financeira da companhia, em encontro com investidores.
A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) autorizou em 8 de abril a Chevron a retomar a produção de petróleo no campo de Frade. A atividade estava suspensa desde março de 2012, por medida de precaução adotada pela empresa depois de dois vazamentos registrados na região.
O impedimento de explorar quatro poços no Brasil afetou o resultado do quarto trimestre da petrolífera. O faturamento caiu 6,4% de janeiro a março, para US$ 56,82 bilhões, depois que a companhia aumentou em apenas 0,5% sua produção, para 2,6 milhões de barris diários de óleo equivalente.
O lucro líquido atribuído aos controladores chegou a US$ 6,18 bilhões no primeiro trimestre, o que representou uma queda de 4,5%.
Em 2011, a produção média do projeto da Chevron no Brasil foi de 70 mil barris de óleo equivalente por dia, segundo dados da ANP à época.
A retomada da produção também ajuda a Petrobras, que controla 30% do empreendimento - 51,7% são da Chevron Brasil, que opera o campo.

A petrolífera americana Chevron vai aumentar gradualmente a produção no campo de Frade, na bacia de Campos, e pretende explorar 5 mil barris por dia em 2013, disse Patricia Yarrington, diretora financeira da companhia, em encontro com investidores.


A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) autorizou em 8 de abril a Chevron a retomar a produção de petróleo no campo de Frade. A atividade estava suspensa desde março de 2012, por medida de precaução adotada pela empresa depois de dois vazamentos registrados na região.


O impedimento de explorar quatro poços no Brasil afetou o resultado do quarto trimestre da petrolífera. O faturamento caiu 6,4% de janeiro a março, para US$ 56,82 bilhões, depois que a companhia aumentou em apenas 0,5% sua produção, para 2,6 milhões de barris diários de óleo equivalente.


O lucro líquido atribuído aos controladores chegou a US$ 6,18 bilhões no primeiro trimestre, o que representou uma queda de 4,5%.


Em 2011, a produção média do projeto da Chevron no Brasil foi de 70 mil barris de óleo equivalente por dia, segundo dados da ANP à época.


A retomada da produção também ajuda a Petrobras, que controla 30% do empreendimento - 51,7% são da Chevron Brasil, que opera o campo.

 



Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar