acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
E&P

Chevron e sócios revelam plano de US$ 2,4 bilhões para Frade

23/06/2006 | 00h00

A petroleira norte-americana Chevron e seus sócios apresentaram um programa de US$ 2,4 bilhões para explorar no campo de águas profundas de Frade até 2009, informou a Chevron em um comunicado.

A taxa estimada de produção em Frade é de 85 mil barris por dia de petróleo equivalente. Frade está situado na bacia de Campos em um profundidade de quase 1 mil metros e a 121 km da costa do Rio de Janeiro.

A estimativa é de que o campo tem reservas recuperáveis entre 200 milhões e 300 milhões de barris de óleo pesado de 18 a 20 graus API.   
 
A Chevron é o operados com uma participação de 51,74%. A energética federal brasileira - Petrobras - tem 30% e o consórcio japonês FJPL, 18,26%. O FJPL está conformado pelas empresas japonesas Inpex, Sojitz e Jogmec.

O acordo para explorar Frade foi assinado em 1999. A Chevron tinha 42,5%, a Petrobras outros 42,5% e o consórcio japonês 15%.

O grupo já assinou cinco contratos para explorar as jazidas de Frade, que se explorará com um FPSO de 100 mil barris diários conectado a poços de produção horizontal e injeção de água. A infra-estrutura de dutos existente levará o gás à costa.

Os contratos incluem um acordo de US$ 245 milhões com o provedor norte-americano de equipamentos para a indústria petroleira Acergy. A Single Buoy Morrrings tem um contrato para arrendar e operar o FPSO, equipamento submarino e tecnologia com a Marine Production, a britânica Wellstream e a firma norte-americana de tecnologia CMF Technologies.

Espera-se também que o FPSO processe 106 milhões de m³ de gás por dia.

Este é o primeiro projeto de produção petroleira da Chevron no Brasil. Junto com a petroleira norte-americana Devon Energy poderiam converter-se nas próximas empresas estrangeiras a produzir petróleo no Brasil como operadoras de campo, após a petroleira anglo-holandesa Shell, que produz petróleo na bacia de Campos.

Operações Upstream da Chevron

A Chevron informou que incrementará suas operações upstream no país.

"O projeto Frade estabelecerá as bases para fazer crescer o negócio upstream de Chevron no Brasil", disse em comunicado o presidente da área de exploração e produção da empresa na América Latina, Ali Moshiri.

Além de Frade, a Chevron tem participações em outros três blocos em águas profundas no Brasil, entre elas uma participação de 37,5% no campo Papa Terra no bloco B-20 da bacia de Campos, cuja viabilidade comercial foi declarada no final de 2005.



Fonte: BNamericas
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar