acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Automação Industrial

Chega ao mercado brasileiro nova linha de controladores WAGO

08/01/2015 | 16h41

Os controladores da linha PFC200, lançados recentemente no mercado brasileiro, chegaram para formar a mais nova plataforma de controle da WAGO, empresa alemã especializada em conexão elétrica e automação. Comparados à consagrada família de controladores para aplicações de médio porte 750-8XX, os PFC200 oferecem mais memória, mais velocidade de processamento e maior capacidade de integração com protocolos de comunicação. Foram desenvolvidos justamente para controlar aplicações de grande porte, com I/O (módulo de entrada e saída) distribuído.
 
A tecnologia embarcada traz altíssimo valor agregado à nova série que, além de contar com processador Cortex A8, pode ser configurada por meio de uma interface WEB (Web Based Management) e programada por Codesys (IEC61113) ou mesmo por um editor Linux, sistema operacional residente nos controladores da linha. Os PFC200 também possuem o recurso do WebVisu, no qual as telas da aplicação são desenvolvidas no mesmo ambiente de programação da lógica de controle. E a visualização é feita em qualquer browser de mercado: Internet Explorer, Mozila, Chrome, entre outros.
 
Cabe destacar que a mesma estrutura do WAGO I/O System é compartilhada pelos novos produtos, resultando em mais de 400 módulos de entrada e saída que podem ser utilizados nesta plataforma de controle. Em qualquer modelo, os PFC200 possuem duas portas Ethernet, onde é possível trabalhar com os protocolos BootP, DHCP, DNS, NTP, SNMP, FTP(S), HTTP(S), Modbus TCP e UDP. Ainda há opções para interface serial para o meio físico RS232 ou 485 e suporte aos protocolos Modbus RTU, CAN, CANOpen e Profibus DP.
 
Poderoso controlador
São cinco modelos – 750-8202; 750-8203; 750-8204; 750-8206 e 750-8204, este último habilitado a trabalhar nos protocolos de energia IEC61850, 61870-103 e 104. Todos possuem 256MB de memória RAM, 16MB de memória de programa, 64MB de memória de dados, 96KB de memória retentiva e mais 32GB de memória flash (externa). Contam, ainda, com certificados UL, GL e CE.
 
Com estas características, a nova família de controladores WAGO PFC200 pode ser empregada em máquinas em geral. E, por existirem modelos aptos a se comunicarem com os protocolos IEC61850, 61870-103 e 104, é indicada, também, para aplicação em processos e projetos de energia limpa (eólica, solar, hidroelétrica).
 
“Os PFC200 WAGO possuem alta capacidade de processamento, diversas opções de protocolos de rede embutidos no controlador e memória suficiente para controlar aplicações de grande porte, com I/O distribuído. A reunião de todas esses atributos em um único produto faz dele um controlador poderoso, compacto e habilitado a trabalhar nos mais diversos processos de automação industrial. Mas não é só. O custo-benefício é altamente vantajoso”, destaca Alessandro Santos, gerente de engenharia e suporte da WAGO, e finaliza:
 
“Esta linha de controladores abre possibilidades para explorar grandes projetos de automação. Com isso, em num futuro próximo, é passo certo que a WAGO possa oferecer uma solução de automação que seja capaz de atender todas as necessidades não apenas de uma máquina ou processo, mas, sim, de uma planta como um todo”.



Fonte: Redação / Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar