acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Gás natural

Chávez quer Bolívia no gasoduto do Cone Sul

27/04/2006 | 00h00

A participação da Bolívia no projeto do gasoduto Venezuela-Cone Sul é fundamental para que o empreendimento seja economicamente viável. A afirmação foi feita ontem pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez, depois de uma reunião em São Paulo com os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Néstor Kirchner (Argentina), para discutir o projeto do gasoduto. Chávez lembrou que a Bolívia tem a segunda maior reserva de gás natural da América do Sul:

– A Bolívia é prioritária para o projeto, por causa de suas reservas de gás. Com a participação boliviana, o projeto é sustentável, inicialmente por 20 anos, e vai muito além.

Antes da afirmação de Chávez, a disposição de incluir a Bolívia – cujas relações com o Brasil estão em um momento tenso devido ao impasse principalmente sobre os negócios da Petrobras naquele país – havia sido manifestada por representantes do governo brasileiro. Mas não como um parceiro vital a obra.

Logo após o encontro dos três presidentes, o chanceler Celso Amorim, anunciou a decisão de incorporar gradualmente ao projeto outros países da região, inclusive a Bolívia. Já Marco Aurélio Garcia, assessor especial de Lula para assuntos internacionais, falou em convidar a Bolívia.



Fonte: O Globo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar