acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tecnologia

CFD Oil 2005 reúne profissionais do setor no Rio

10/03/2005 | 00h00

A tecnologia da Dinâmica dos Fluídos Computacional está em discussão no 1º Workshop Latino Americano de CFD Aplicado à Indústria do Petróleo, o CFD Oil 2005, organizado pela ESSS - Engineering Simulation and Scientific Software e pela Petrobras. O evento ocorre entre os dias 9 e 11 de março, no Hotel Flórida, no Rio de Janeiro, com a apresentação de 44 trabalhos e com a audiência de 220 profissionais inscritos, segundo informa a organização.
A metodologia de CFD é utilizada para simular do comportamento dos fluidos e visa nortear o desenvolvimento de novos projetos de engenharia e solucionar problemas detectados em equipamentos e estruturas em uso. "Hoje pode-se construir um equipamento virtual e analisar seu funcionamento através de programas de computador utilizando a metodologia CFD. Esse procedimento melhora a eficiência e reduz o custo dos projetos porque dispensa a necessidade de protótipos", explica Rodrigo Tasca, gerente de engenharia da ESSS.
Segundo Marcus Reis, diretor de engenharia da ESSS, o CFD é aplicado na indústria de petróleo principalmente nas áreas de E&P e de Refino, na solução de diversos problemas de separação, perfuração e destilação.
O consultor técnico da Petrobras na área de engenharia básica de FCS do Cenpes Washington de Oliveira Geraldelli conta que os principais usos do CFD na estatal são nos setores de refino, para ver o comportamento dos fluidos e otimizar os projetos de bocais nas unidades de coque e FCC, em destiladores e dessalgadores de petróleo. Na área de exploração e produção (E&P), Geraldelli considera que as principais utilidades da tecnologia são a simulação do escoamento dos poços de petróleo e a análise do comportamento das ondas do mar nas plataformas. "O objetivo é avaliar a resistência das plataformas à força das ondas", resume.
Na opinião de Geraldelli, o método CFD ainda poderia ser usado no setor de distribuição e tende a ter sua aplicabilidade ampliada por toda a indústria. "Não sei se usam CFD em distribuição porque não é a minha área, mas poderia servir para a análise de dutos, por exemplo", acredita o consultor.
A ESSS, que presta serviços de consultoria para a Petrobras, é uma empresa brasileira fundada há 10 anos, a partir de um grupo de estudos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Segundo explica Clóvis Maliska, professor e orientador do grupo de estudantes que deu origem à empresa, a ESSS possui duas linhas de atividade. Uma é a  representação do CFX, um `pacote` de softwares de CFD, da ANSYS. A outra é o desenvolvimento de softwares de acordo com necessidades específicas das empresas.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar