acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Exportação

Certificado de qualidade pode aumentar exportações em 50%

18/11/2004 | 00h00

A KSB Produtos e Serviços, que completa 50 anos de atividades no Brasil em 2004, conquistou um certificado de qualidade que permite aumentar em cerca de 50% suas exportações. A partir de 2004, a KSB Brasil está no GMN (Global Manufacturing Networking), o programa desenvolvido em todo o mundo para as empresas do grupo que fornecem componentes, equipamentos e participam das pesquisas e desenvolvimento de novas tecnologias.
"Com esta certificação, a empresa garante, por exemplo, que a bomba bipartida fabricada no Brasil tem a mesma qualidade da fabricada na Alemanha e esta garantia aumenta a capacidade de inserção no mercado internacional", explica Gilberto Chiarelli, diretor comercial da KSB Brasil.
Para aproveitar a oportunidade, a companhia inaugurou, em maio deste ano, na sua fábrica localizada no município de Várzea Paulista (SP), uma unidade específica para a produção de bombas submersíveis dotada de recursos tecnológicos de última geração. O objetivo é aumentar as exportações, principalmente para os países do continente americano.
Com o aumento das exportações, a expectativa da KSB é de que o faturamento de 2004 seja 7% maior do que o do ano anterior. Em 2003, a empresa faturou aproximadamente R$ 130 milhões e as vendas externas representaram 7,5% do total. No mercado interno, a KSB é líder na produção de bombas e válvulas e está presente em vários segmentos industriais como petróleo e gás, saneamento, irrigação e mineração. No setor de óleo e gás , forneceu equipamentos para a expansão da unidade de processamento de gás natural de  Cabiúnas (RJ), para a Refinaria de Paulínia (Replan), além das plataformas P-24, P-31 e P-47.
O Grupo KSB está presente em mais de 100 países, com mais de 12 mil colaboradores, 29 centros de produção e 57 companhias de vendas, além de centenas de distribuidores e assistência técnica. O faturamento do grupo, em 2003 foi de 1,3 bilhão de euros e a KSB Brasil representou 4% deste volume.
 Em 2005, a KSB Brasil pretende ampliar sua participação no segmento de papel e celulose, A empresa fechou acordo de transferência de tecnologia de bombas de processo desse setor com a companhia austríaca Andritz. Serão investidos cerca de R$ 3 milhões em moldes e ferramentas. As primeiras bombas já devem sair da fábrica com índice de nacionalização de 90%.
A unidade de fundição da KSB Brasil, localizada em Americana, SP, também tem motivos suficientes para comemorar. Dois novos fornos, para ferro fundido e outro para aço, entram em funcionamento no ano que vem.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar