acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Inauguração

Cepetro da Unicamp inaugura laboratório em parceria com Petrobras

27/11/2015 | 16h19
Cepetro da Unicamp inaugura laboratório em parceria com Petrobras
Divulgação Divulgação

 

O Centro de Estudos de Petróleo (Cepetro) da Unicamp inaugurou na manhã desta sexta-feira (27) o Laboratório Flow & R Labs (Flow and Research Laboratory), construído com apoio da Petrobrás, no contexto do programa de Redes Temáticas mantido pela empresa. A unidade, considerada uma das poucas do gênero no mundo, desenvolverá pesquisas na área de escoamento vertical, tema de grande importância para o segmento de petróleo e gás no Brasil.
A construção do laboratório teve início em 2009. A Petrobrás destinou R$ 4 milhões ao projeto. Uma das características mais marcantes do prédio é o seu pé direito, que tem 40 metros de altura. “É um edifício diferenciado, que teve que seguir diversas especificações técnicas para servir aos nossos propósitos”, explicou o coordenador do Laboratório Flow & R Labs, professor Ricardo Augusto Mazza.
De acordo com Roberto Carlos Gonçalves de Oliveira, gerente de Tecnologia de Elevação e Escoamento da Petrobras, os estudos que serão realizados no laboratório ajudarão a empresa a compreender melhor os problemas de escoamento que surgem durante o processo de produção de petróleo e gás, principalmente no contexto do pré-sal. “Conhecendo melhor esses problemas, nós teremos como buscar soluções”.
 
Oliveira destacou que a Petrobras mantém projetos de colaboração com a Unicamp desde meados dos anos 80, todos eles muito bem-sucedidos. Desde 2006, a empresa já investiu cerca de R$ 800 milhões no Estado de São Paulo. “Um terço desse montante foi capturado pela Unicamp. Boa parte dos recursos foi aplicada na criação de facilidades experimentais e de inovação, como este laboratório”, afirmou.
O coordenador-geral da Unicamp, Alvaro Crósta, considerou que a inauguração do Laboratório Flow & R Labs representa mais um passo na longa parceria entre a Universidade e a Petrobras. Tal colaboração, prosseguiu o dirigente, tem gerado importantes contribuições para o setor de petróleo e gás no país. “Como resultado dessa interação, podemos citar a formação de recursos humanos altamente qualificados e o desenvolvimento de conhecimento novo aplicável à produção de petróleo e gás”.
A pró-reitora de Pesquisa, Gláucia Pastore, avaliou a inauguração do laboratório como “um momento feliz para a Unicamp, mas também para o Brasil”. O diretor do Cepetro, Denis José Schiozer, reforçou a importância do Laboratório Flow & R Labs tanto para as atividades de ensino e pesquisa da Unicamp quanto para os projetos da Petrobras. Ele agradeceu a empresa pela confiança e apoio depositados no Centro nas últimas décadas. De acordo com Schiozer, o Cepetro conta atualmente com 5 mil m2 de laboratórios, grande parte construída com financiamento da estatal.

O Centro de Estudos de Petróleo (Cepetro) da Unicamp inaugurou na manhã desta sexta-feira (27) o Laboratório Flow & R Labs (Flow and Research Laboratory), construído com apoio da Petrobras, no contexto do programa de Redes Temáticas mantido pela empresa. A unidade, considerada uma das poucas do gênero no mundo, desenvolverá pesquisas na área de escoamento vertical, tema de grande importância para o segmento de petróleo e gás no Brasil.
A construção do laboratório teve início em 2009. A Petrobrás destinou R$ 4 milhões ao projeto. Uma das características mais marcantes do prédio é o seu pé direito, que tem 40 metros de altura. “É um edifício diferenciado, que teve que seguir diversas especificações técnicas para servir aos nossos propósitos”, explicou o coordenador do Laboratório Flow & R Labs, professor Ricardo Augusto Mazza.

De acordo com Roberto Carlos Gonçalves de Oliveira, gerente de Tecnologia de Elevação e Escoamento da Petrobras, os estudos que serão realizados no laboratório ajudarão a empresa a compreender melhor os problemas de escoamento que surgem durante o processo de produção de petróleo e gás, principalmente no contexto do pré-sal. “Conhecendo melhor esses problemas, nós teremos como buscar soluções”.
 
Oliveira destacou que a Petrobras mantém projetos de colaboração com a Unicamp desde meados dos anos 80, todos eles muito bem-sucedidos. Desde 2006, a empresa já investiu cerca de R$ 800 milhões no Estado de São Paulo. “Um terço desse montante foi capturado pela Unicamp. Boa parte dos recursos foi aplicada na criação de facilidades experimentais e de inovação, como este laboratório”, afirmou.

O coordenador-geral da Unicamp, Alvaro Crósta, considerou que a inauguração do Laboratório Flow & R Labs representa mais um passo na longa parceria entre a Universidade e a Petrobras. Tal colaboração, prosseguiu o dirigente, tem gerado importantes contribuições para o setor de petróleo e gás no país. “Como resultado dessa interação, podemos citar a formação de recursos humanos altamente qualificados e o desenvolvimento de conhecimento novo aplicável à produção de petróleo e gás”.

A pró-reitora de Pesquisa, Gláucia Pastore, avaliou a inauguração do laboratório como “um momento feliz para a Unicamp, mas também para o Brasil”. O diretor do Cepetro, Denis José Schiozer, reforçou a importância do Laboratório Flow & R Labs tanto para as atividades de ensino e pesquisa da Unicamp quanto para os projetos da Petrobras. Ele agradeceu a empresa pela confiança e apoio depositados no Centro nas últimas décadas. De acordo com Schiozer, o Cepetro conta atualmente com 5 mil m2 de laboratórios, grande parte construída com financiamento da estatal.

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar