acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Intercâmbio

Cearenses conhecerão a experiência de Israel

24/04/2013 | 10h06

 

Representantes do setor produtivo e de universidades cearenses viajarão na quinta-feira (25) a Israel, onde, durante uma semana, visitarão instituições de ensino e centros de referência em inovação e transferência de tecnologia.
A intenção da visita, explica o diretor do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (Indi), da Fiec, Carlos Matos, é conhecer de perto a relação entre o meio acadêmico e as empresas israelenses, especialmente no que se refere ao desenvolvimento e adoção de novas tecnologias. "Israel é hoje um dos líderes na absorção de tecnologias desenvolvidas na academia", ressalta o diretor do Centro de Ciências Tecnológicas da Universidade de Fortaleza (Unifor), Jackson Sávio Silva, que também participará da missão.
Além das instituições de ensino e dos centros de desenvolvimento tecnológico, informa, o grupo também visitará entidades de fomento à inovação. "A ideia é também entender como Israel, que é um país tão pequeno, se destaca tanto com inovação e geração de novos produtos", resume o professor.
Através da troca de experiências, frisa, será possível planejar ações para a realidade cearense, favorecendo tanto o setor produtivo - que ganharia com as novas tecnologias - quanto as universidades, as quais, além de serem alvo de maiores investimentos, adotariam linhas de pesquisa mais condizentes com as necessidades do estado.
Parceria
Segundo Matos, a ida a Israel faz parte do Comitê Executivo Universidade-Empresa (Uniemp) da Federação das Indústrias do Ceará - destinado ao fortalecimento da cooperação entre universidades e empresas. Em novembro último, relata, representantes da federação participaram de outra viagem a Israel, após a qual foi firmado um acordo com a universidade israelense Ben Gurion, que hoje presta consultoria à Fiec.
Entre os participantes da visita, estão os presidentes da Fiec, Roberto Macêdo, do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e de Material Elétrico do Ceará (Simec), Ricard Pereira, e do Sindicato das Indústrias Químicas, Farmacêuticas e da Destilação e Refinação de Petróleo do Ceará, Marcos Soares.
Também farão parte do grupo os reitores da Universidade Federal do Ceará (UFC), Jesualdo Farias, e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Virgílio Araripe. As visitas serão feitas na capital israelense, Tel-Aviv, e em cidades vizinhas.
Otimização
De acordo com Ricard Pereira, o contato com representantes dos setores metal mecânico e elétrico de Israel poderá ajudar as empresas cearenses a fabricar produtos com maior valor agregado, "gerando mais renda e, consequentemente, mais empregos e melhores salários".

Representantes do setor produtivo e de universidades cearenses viajarão na quinta-feira (25) a Israel, onde, durante uma semana, visitarão instituições de ensino e centros de referência em inovação e transferência de tecnologia.


A intenção da visita, explica o diretor do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (Indi), da Fiec, Carlos Matos, é conhecer de perto a relação entre o meio acadêmico e as empresas israelenses, especialmente no que se refere ao desenvolvimento e adoção de novas tecnologias. "Israel é hoje um dos líderes na absorção de tecnologias desenvolvidas na academia", ressalta o diretor do Centro de Ciências Tecnológicas da Universidade de Fortaleza (Unifor), Jackson Sávio Silva, que também participará da missão.


Além das instituições de ensino e dos centros de desenvolvimento tecnológico, informa, o grupo também visitará entidades de fomento à inovação. "A ideia é também entender como Israel, que é um país tão pequeno, se destaca tanto com inovação e geração de novos produtos", resume o professor.


Através da troca de experiências, frisa, será possível planejar ações para a realidade cearense, favorecendo tanto o setor produtivo - que ganharia com as novas tecnologias - quanto as universidades, as quais, além de serem alvo de maiores investimentos, adotariam linhas de pesquisa mais condizentes com as necessidades do estado.



Parceria


Segundo Matos, a ida a Israel faz parte do Comitê Executivo Universidade-Empresa (Uniemp) da Federação das Indústrias do Ceará - destinado ao fortalecimento da cooperação entre universidades e empresas. Em novembro último, relata, representantes da federação participaram de outra viagem a Israel, após a qual foi firmado um acordo com a universidade israelense Ben Gurion, que hoje presta consultoria à Fiec.


Entre os participantes da visita, estão os presidentes da Fiec, Roberto Macêdo, do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e de Material Elétrico do Ceará (Simec), Ricard Pereira, e do Sindicato das Indústrias Químicas, Farmacêuticas e da Destilação e Refinação de Petróleo do Ceará, Marcos Soares.


Também farão parte do grupo os reitores da Universidade Federal do Ceará (UFC), Jesualdo Farias, e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Virgílio Araripe. As visitas serão feitas na capital israelense, Tel-Aviv, e em cidades vizinhas.



Otimização


De acordo com Ricard Pereira, o contato com representantes dos setores metal mecânico e elétrico de Israel poderá ajudar as empresas cearenses a fabricar produtos com maior valor agregado, "gerando mais renda e, consequentemente, mais empregos e melhores salários".

 



Fonte: Diário do Nordeste
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar