acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Nuclear

CCEE conclui liquidação das usinas de Angra com 99,5% de adimplência

17/04/2013 | 11h23
CCEE conclui liquidação das usinas de Angra com 99,5% de adimplência
Angra 2(esquerda) e Angra 1(direita) Angra 2(esquerda) e Angra 1(direita)

 

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) concluiu nesta terça-feira (16) a liquidação financeira de março referente às cotas-parte das centrais de geração de Angra 1 e 2. A operação, que envolveu 44 distribuidoras, movimentou R$156.626.405,22. A adimplência registrada foi de 99,54%, o que representa uma inadimplência de R$723.771,62.
A liquidação das usinas de Angra, que pertencem à estatal Eletrobras Eletronuclear e estão instaladas em Angra dos Reis (RJ), passou a ser realizada em separado pela CCEE a partir deste ano. A medida atende a Lei 12.111, de 2009, que estabeleceu que, a partir de janeiro de 2013, a produção do complexo seria dividida entre as concessionárias de distribuição por meio de cotas de garantia física e potência.
O complexo nuclear de Angra, que soma 1.990MW em potência instalada, produziu 15.973.401 MWh em eletricidade em 2012.

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) concluiu nesta terça-feira (16) a liquidação financeira de março referente às cotas-parte das centrais de geração de Angra 1 e 2. A operação, que envolveu 44 distribuidoras, movimentou R$156.626.405,22. A adimplência registrada foi de 99,54%, o que representa uma inadimplência de R$723.771,62.


A liquidação das usinas de Angra, que pertencem à estatal Eletrobras Eletronuclear e estão instaladas em Angra dos Reis (RJ), passou a ser realizada em separado pela CCEE a partir deste ano. A medida atende a Lei 12.111, de 2009, que estabeleceu que, a partir de janeiro de 2013, a produção do complexo seria dividida entre as concessionárias de distribuição por meio de cotas de garantia física e potência.


O complexo nuclear de Angra, que soma 1.990MW em potência instalada, produziu 15.973.401 MWh em eletricidade em 2012.



Fonte: Redação Revista TN Petróleo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar