acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Negócios

Cargill e USJ querem expandir usinas de GO

19/09/2011 | 12h47
A multinacional americana Cargill e o grupo paulista USJ (Usina São João) anunciaram hoje (19) que concluíram o processo da joint venture sucroalcooleira. Batizada de SJC Bioenergia, a nova empresa reúne os ativos industriais do Grupo USJ no estado de Goiás, representados pelas Usinas São Francisco, em operação desde 2007, na cidade de Quirinópolis, e a Usina Cachoeira Dourada, em construção no município de mesmo nome.

O plano das empresas é elevar a capacidade conjunta das duas unidades para 7,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. Os investimentos que serão feitos para atingir essa moagem não foram informados. Hoje, as duas usinas produzem 5 milhões de toneladas de cana, que resultam em 170 milhões de litros de etanol, 420 mil toneladas de açúcar a cada safra e 350.000 MW ano de energia.

Com a moagem de 7,5 milhões de toneladas de cana, a produção em 2013/2014 vai aumentar em mais 200 milhões de litros de etanol e ainda 200.000 MW ano de energia elétrica.

A joint venture foi anunciada ao mercado em junho. Pelo acordo, o grupo paulista entrou com as usinas de Goiás e a Cargill com um aporte de R$ 350 milhões. Além disso, foi transferido para a nova empresa R$ 1 bilhão em dívidas da USJ, que ficou com 50% da nova empresa.

A Cargill já possui participação societária na Cevasa, usina localizada em Patrocínio Paulista (SP), que recentemente dobrou sua capacidade de processamento de cana, alcançando 3 milhões de ton/ano e passou a produzir também açúcar.


Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar