acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pesquisa e Inovação

Capes tem novo programa para incentivar pesquisas na área de energia

15/05/2013 | 09h52

 

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou na última sexta-feira (10), o novo Programa Capes/CNPEM que irá induzir pesquisas nas áreas de energia e materiais. A iniciativa é fruto da parceria com o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). As inscrições vão até o dia 25 de junho.
O novo programa tem como objetivo estimular e apoiar o desenvolvimento da pesquisa científica e tecnológica em biotecnologia, bioenergia, biomassa bioetanol, química verde, nanotecnologia e luz síncrotron, por meio da concessão de bolsas da Capes, estimulando a exploração de novas oportunidades de pesquisa, além de possibilitar a ampliação das oportunidades de cooperação entre grupos de pesquisas.
Serão financiadas até dez bolsas para modalidade Pesquisador Visitante Sênior (PVS), no valor de R$ 8.905,42, e até 15 bolsas para modalidade Pós-Doutorado, no valor de R$ 4,1 mil. Além de toda a infraestrutura para a execução do projeto, o CNPEM financiará, valores correspondentes à taxa de bancada, alimentação, seguro saúde e passagens.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou na última sexta-feira (10), o novo Programa Capes/CNPEM que irá induzir pesquisas nas áreas de energia e materiais. A iniciativa é fruto da parceria com o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). As inscrições vão até o dia 25 de junho.


O novo programa tem como objetivo estimular e apoiar o desenvolvimento da pesquisa científica e tecnológica em biotecnologia, bioenergia, biomassa bioetanol, química verde, nanotecnologia e luz síncrotron, por meio da concessão de bolsas da Capes, estimulando a exploração de novas oportunidades de pesquisa, além de possibilitar a ampliação das oportunidades de cooperação entre grupos de pesquisas.


Serão financiadas até dez bolsas para modalidade Pesquisador Visitante Sênior (PVS), no valor de R$ 8.905,42, e até 15 bolsas para modalidade Pós-Doutorado, no valor de R$ 4,1 mil. Além de toda a infraestrutura para a execução do projeto, o CNPEM financiará, valores correspondentes à taxa de bancada, alimentação, seguro saúde e passagens.

 



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar