acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Pipeline

Canadá quer dutos para exportar gás, óleo e derivados

19/10/2005 | 00h00

Enquanto o programa brasileiro de expansão da malha dutoviária visa integrar as regiões do país, o Canadá, que já possui a maior malha de dutos da América do Norte, com 100 mil km, quer construir dutos para exportar gás, óleo e derivados para a costa oeste dos Estados Unidos e para China, através do oceano Pacífico.

O principal projeto do país é para construir dutos desde Alberta, a província petroleira do Canadá, até British Columbia, província na costa do Pacífico, para desde aí exportar a EUA e China.

O Canadá, que abriga um evento semelhante ao Rio Pipeline, porém nos anos pares, participou do evento brasileiro com um pavilhão e reuniu 22 empresas e instituições do setor de óleo e gás do país.

Além da possibilidade de negócios no setor de dutos, o coordenador de desenvolvimento de negócios do consulado do Canadá, Luiz Azevedo, destaca ainda a afinidade entre companhias petroleiras dos dois países em função da produção de óleo pesado.

Azevedo cita a parceria entre Petrobras e Encana para a transferência de tecnologia para a produção desste tipo de petróleo não-convencional e ressalta que no Canadá a produção de petróleo pesa já supera a de óleo leve.

O país tem alta tecnologia no aproveitamento do petroléo pesa, extra-pesado e de tar sand (areias betuminosas). Segundo Azevedo, o Canadá é um país com várias tecnologias de nicho e um dos objetivos da participação na Rio Pipeline é mostrar essas características do país e o que o Canadá faz.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar