acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

Britânica DPS apresenta tecnologias para o mercado brasileiro

17/06/2013 | 12h44
Britânica DPS apresenta tecnologias para o mercado brasileiro
Plataforma P-43, Bacia de Campos. Agência Petrobras Plataforma P-43, Bacia de Campos. Agência Petrobras

 

A empresa DPS Global - uma das maiores empresas de tecnologia para a área de óleo e gás do Reino Unido, apresentará suas soluções de engenharia no Brasil. O diretor de tecnologia da companhia, David Parkinson, se reunirá com 40 executivos das principais petroleiras que operam no país, durante workshop tecnológico promovido em parceria com a Tridimensional Engenharia. O evento, que acontece na terça-feira (18), ocorrerá no hotel Novotel, no Centro do Rio de Janeiro.
A abertura do workshop será feita pelo presidente da Tridimesional, Antonio Müller, que assinou uma parceria tecnológica em janeiro com a DPS, para atuarem em conjunto no Brasil pelos próximos anos. Além de David Parkinson, que atualmente responde pela vice-presidência do conselho de administração da empresa britânica e pela diretoria de tecnologia do grupo, o workshop contará com palestra do engenheiro sênior da área de Processos da DPS, Ian Cooper.
Os executivos vão falar sobre a experiência deles na engenharia de topside de FPSOs e plataformas, nas soluções desenvolvidas para sistemas de tratamento de fluidos e resíduos, além das tecnologias inovadoras que estão sendo trazidas pelas duas empresas ao Brasil.
Um dos destaques do workshop, que tem relação direta com o momento atual dos campos produtores da Bacia de Campos, é a experiência da britânica em aumentar a eficiência operacional em campos maduros. O diretor de desenvolvimento de negócios da Tridimensional, Ivan Furtado, explicou que eles trazem para o país uma grande expertise em sistemas que já estão em operação, mas que precisam de ajustes para incrementar a produção de petróleo e o tratamento de água.
“Com o amadurecimento dos campos, a quantidade de água produzida pelos poços vai aumentando ao longo do tempo. Em alguns casos, ela supera a capacidade de tratamento do sistema existente no FPSO ou na plataforma. A DPS tem uma grande experiência em propor soluções que não ocupem muito espaço e que aumentem a capacidade de tratamento dessas plantas. Isso é muito importante, porque muitas vezes as operadoras são obrigadas até a diminuir a capacidade de produção para tratar a água”, explicou.
O evento será realizado para executivos e técnicos das principais operadoras presentes no Brasil, como Petrobras, Shell, BP, Repsol, Statoil e OGX, além de membros de empresas que operam FPSOs e plataformas, como SBM e Modec.

A empresa DPS Global - uma das maiores empresas de tecnologia para a área de óleo e gás do Reino Unido, apresentará suas soluções de engenharia no Brasil. O diretor de tecnologia da companhia, David Parkinson, se reunirá com 40 executivos das principais petroleiras que operam no país, durante workshop tecnológico promovido em parceria com a Tridimensional Engenharia. O evento, que acontece na terça-feira (18), ocorrerá no hotel Novotel, no Centro do Rio de Janeiro.


A abertura do workshop será feita pelo presidente da Tridimesional, Antonio Müller, que assinou uma parceria tecnológica em janeiro com a DPS, para atuarem em conjunto no Brasil pelos próximos anos. Além de David Parkinson, que atualmente responde pela vice-presidência do conselho de administração da empresa britânica e pela diretoria de tecnologia do grupo, o workshop contará com palestra do engenheiro sênior da área de Processos da DPS, Ian Cooper.


Os executivos vão falar sobre a experiência deles na engenharia de topside de FPSOs e plataformas, nas soluções desenvolvidas para sistemas de tratamento de fluidos e resíduos, além das tecnologias inovadoras que estão sendo trazidas pelas duas empresas ao Brasil.


Um dos destaques do workshop, que tem relação direta com o momento atual dos campos produtores da Bacia de Campos, é a experiência da britânica em aumentar a eficiência operacional em campos maduros. O diretor de desenvolvimento de negócios da Tridimensional, Ivan Furtado, explicou que eles trazem para o país uma grande expertise em sistemas que já estão em operação, mas que precisam de ajustes para incrementar a produção de petróleo e o tratamento de água.


“Com o amadurecimento dos campos, a quantidade de água produzida pelos poços vai aumentando ao longo do tempo. Em alguns casos, ela supera a capacidade de tratamento do sistema existente no FPSO ou na plataforma. A DPS tem uma grande experiência em propor soluções que não ocupem muito espaço e que aumentem a capacidade de tratamento dessas plantas. Isso é muito importante, porque muitas vezes as operadoras são obrigadas até a diminuir a capacidade de produção para tratar a água”, explicou.


O evento será realizado para executivos e técnicos das principais operadoras presentes no Brasil, como Petrobras, Shell, BP, Repsol, Statoil e OGX, além de membros de empresas que operam FPSOs e plataformas, como SBM e Modec.



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar