acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Mercado Financeiro

Braskem integra carteira do índice Dow Jones de Sustentabilidade para países emergentes

11/09/2014 | 17h52
Braskem integra carteira do índice Dow Jones de Sustentabilidade para países emergentes
Divulgação Free Images. Divulgação Free Images.

 

A Braskem foi incluída pela terceira vez consecutiva no Dow Jones Sustainability Emerging Markets Index, o índice de sustentabilidade de países emergentes da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), divulgado nesta quinta-feira (11). 
Composto por 86 empresas, das quais 17 são brasileiras, o DJSI reconhece as companhias que se destacam pelas melhores práticas de gestão econômica, social e ambiental, incluindo estratégias voltadas para mudanças climáticas, consumo de energia, desenvolvimento de pessoas e governança corporativa. 
A Braskem integra o índice Dow Jones Sustainability Emerging Markets desde 2012.
“A Braskem busca consistentemente a melhoria de produtos, processos e o desenvolvimento, junto com sua cadeia de clientes, de soluções para que a sociedade tenha uma vida cada vez mais sustentável. O setor empresarial é agente fundamental ao estabelecer compromissos e ações concretas que fortaleçam práticas e propósitos socioambientais”, afirma Jorge Soto, diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem.
Maior produtora de resinas termoplásticas das Américas e maior produtora mundial de biopolímeros, a Braskem também é reconhecida por outros índices por suas práticas em sustentabilidade. Na BM&FBovespa, a companhia está listada no Nível 1 de Governança Corporativa e faz parte do Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE desde a criação, em 2005, dessa carteira diferenciada de ações. 
Além disso, a petroquímica também faz parte da carteira teórica do Índice Carbono Eficiente (ICO2) da BM&F Bovespa. 
Lançado em 2010, o ICO2 é constituído por 30 empresas que aceitaram adotar práticas transparentes com relação a suas emissões de gases efeito estufa (GEE).         
O Dow Jones Sustainability foi lançado em 1999 como o primeiro índice que acompanha as ações na Bolsa de Valores de empresas que possuem práticas de sustentabilidade. 
Em 2012, foi criado o Dow Jones de Sustentabilidade para mercados emergentes, o Sustainability Emerging Markets Index, que acompanha e analisa o desempenho de 10% das 800 maiores empresas de 23 países, incluindo o Brasil, China, Rússia, Índia, México, África do Sul, Turquia, entre outros. 
O índice serve como referência para os investidores formarem suas carteiras de investimentos com empresas que adotam as melhores práticas em sustentabilidade.

A Braskem foi incluída pela terceira vez consecutiva no Dow Jones Sustainability Emerging Markets Index, o índice de sustentabilidade de países emergentes da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), divulgado nesta quinta-feira (11). 

Composto por 86 empresas, das quais 17 são brasileiras, o DJSI reconhece as companhias que se destacam pelas melhores práticas de gestão econômica, social e ambiental, incluindo estratégias voltadas para mudanças climáticas, consumo de energia, desenvolvimento de pessoas e governança corporativa. A Braskem integra o índice Dow Jones Sustainability Emerging Markets desde 2012.

“A Braskem busca consistentemente a melhoria de produtos, processos e o desenvolvimento, junto com sua cadeia de clientes, de soluções para que a sociedade tenha uma vida cada vez mais sustentável.

O setor empresarial é agente fundamental ao estabelecer compromissos e ações concretas que fortaleçam práticas e propósitos socioambientais”, afirma Jorge Soto, diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem.

Maior produtora de resinas termoplásticas das Américas e maior produtora mundial de biopolímeros, a Braskem também é reconhecida por outros índices por suas práticas em sustentabilidade.

Na BM&FBovespa, a companhia está listada no Nível 1 de Governança Corporativa e faz parte do Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE desde a criação, em 2005, dessa carteira diferenciada de ações. 

Além disso, a petroquímica também faz parte da carteira teórica do Índice Carbono Eficiente (ICO2) da BM&F Bovespa. 

Lançado em 2010, o ICO2 é constituído por 30 empresas que aceitaram adotar práticas transparentes com relação a suas emissões de gases efeito estufa (GEE).   

O Dow Jones Sustainability foi lançado em 1999 como o primeiro índice que acompanha as ações na Bolsa de Valores de empresas que possuem práticas de sustentabilidade. 

Em 2012, foi criado o Dow Jones de Sustentabilidade para mercados emergentes, o Sustainability Emerging Markets Index, que acompanha e analisa o desempenho de 10% das 800 maiores empresas de 23 países, incluindo o Brasil, China, Rússia, Índia, México, África do Sul, Turquia, entre outros. 

O índice serve como referência para os investidores formarem suas carteiras de investimentos com empresas que adotam as melhores práticas em sustentabilidade.

 



Fonte: Redação/ Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar