acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Inovação na Produção

Braskem alinha-se a tendências mundiais e inova no setor de rotomoldagem

18/11/2014 | 11h04

A Braskem, maior produtora de resinas termoplásticas das Américas e líder global em biopolímeros, traz ao mercado mais uma inovação destinada ao segmento de rotomoldagem, processo que consiste na produção de peças plásticas ocas a partir da moagem da resina e posterior moldagem por rotação e temperatura. O novo PELMD (polietileno de média densidade linear) base hexeno para peças técnicas foi desenvolvido neste ano numa tecnologia de ponta reconhecida mundialmente. No Brasil, as aplicações mais comuns de rotomoldados são os reservatórios de água, tanques e cisternas.
 
Desenvolvido principalmente para a aplicação em peças técnicas, agrícolas e automobilísticas, o PELMD oferece maior resistência em relação aos grades base buteno, melhor acabamento superficial, ótima formação em ângulos mais complexos, nível de aditivação ultravioleta adequado à aplicação e alinhamento com as tendências mundiais no segmento. Com estas características, o produto base hexeno possui como principais vantagens competitivas o fato de ser mais resistente ao surgimento de trincas e rachaduras em longo prazo, característica fundamental para peças que precisam ser utilizadas durante um grande período de tempo.

“Com a rotomoldagem, é possível idealizar e viabilizar os mais variados projetos para peças, preferências e necessidades, com as vantagens da personalização e custos menores na comparação com outros processos”, afirma Elioma Pimenta, Engenheiro de Aplicação de Polietileno Divisão Rígidos. “Com o novo produto base hexeno para peças técnicas, unimos estas características práticas à exigência do mercado brasileiro de resinas de PE para rotomoldagem, que está cada vez mais exigente com a elevação dos requisitos técnicos ao longo do tempo”, conclui Eliomar Pimenta. O novo grade já está disponível para o mercado brasileiro e, até o momento, houve excelente aceitação em montadoras agrícolas e fabricantes de peças, em linha com as tendências mundiais de mercado.



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar