acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Consumo

Brasil terá de investir US$ 470 bi em energia

08/11/2006 | 00h00

Em seu relatório World Energy Outlook (Perspectiva da Energia Mundial), divulgado terça-feira, a Agência Internacional de Energia (AIE) calcula que o consumo de energia no Brasil terá um crescimento médio de 2,1% ao ano até 2030. Para suprir essa demanda e afastar o risco de o país enfrentar novas crises no abastecimento, como o racionamento de 2001, serão necessários investimentos acumulados de US$ 470 bilhões no período.

"A mensagem mais urgente do estudo no caso do Brasil é a necessidade de o país gerar investimentos na infra-estrutura de petróleo, gás e eletricidade", disse o economista-chefe da agência e autor do estudo, Fatih Birol. "A prioridade para o governo será fortalecer suas políticas e estruturas regulatórias para o setor, com o objetivo de garantir os investimentos."

Birol acredita que o país também tem de resolver problemas ambientais relacionados à construção de grandes represas, gasodutos e linhas de transmissão. O World Energy Outlook dedicou um capítulo especial ao Brasil, no qual faz uma radiografia de seu setor energético. O diretor-executivo da AIE, Claude Mandil, explicou que isso se deve à crescente relevância econômica do país, inclusive para o setor energético mundial. "Apesar de seus substanciais recursos, o Brasil consome mais energia do que produz", afirmou. "Houve progressos importantes no país nos últimos anos, como na área de biocombustíveis, mas a exemplo do que acontece em outras partes do mundo, é necessário agir com urgência na atração de investimentos e na busca de maior eficiência energética", alertou Mandil.



Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar