acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Relações exteriores

Brasil tem sido ágil nas ações para incrementar comércio internacional, diz Robson Andrade da CNI

19/10/2016 | 08h47

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, afirmou, nesta quarta-feira (19), em Tóquio, que a visita do presidente Michel Temer ao Japão está sendo fundamental para apresentar as oportunidades de investimentos no Brasil. Andrade conversou com o Portal Planalto após ter participado do encontro de Temer com empresários japoneses e brasileiros.

“O Brasil está sendo muito ágil nessas ações internacionais para incrementar o comércio internacional e também atrair investimentos. (...) A vinda do presidente Temer aqui foi fundamental para esclarecer as mudanças que o Brasil está propondo a fazer e as grandes oportunidades que o Brasil tem de investimentos, não só na infraestrutura, mas de investimentos visando o consumo, o mercado interno e também como plataforma de exportação para a América Latina”, declarou o presidente da CNI.

Ele ressaltou que os rumos dados pelo governo colocaram o País em um “momento especial de relações internacionais”, e que a visita oficial ao parceiro asiático é oportuna para dar encaminhamento a acordos bilaterais e acordos do Mercosul com o Japão.

Citando as cerca de 700 empresas japonesas instaladas no País, algumas há mais de 80 anos, com grande participação no PIB brasileiro, Andrade ressaltou a contribuição delas nos investimentos em tecnologia, inovação e produtividade. “[Agora], as empresas japonesas estão querendo ver o Brasil em uma fase de competitividade. E o presidente Temer deu essa mensagem, de que o Brasil está vivendo uma fase de novas expectativas”, afirmou.

Ressaltou ainda a retomada da confiança e do otimismo por parte de empresários brasileiros e também de estrangeiros presentes em território nacional. “O Brasil está fazendo uma agenda muito voltada para o crescimento, para geração de empregos, de desenvolvimento”, avaliou.



Fonte: Redação/Portal Planalto
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar