Petrobras- 213x420
acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

Brasil participa de intercâmbio promissor na indústria naval

24/08/2011 | 10h17
A Wärtsilä, multinacional finlandesa da área de energia, é um dos organizadores do Brazilian Maritime Industry Visit, evento que acontece na Finlândia até 26 de agosto. Uma delegação composta por 55 brasileiros, entre representantes do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval (Sinaval), o embaixador Fernando Henrique Cardoso além estudantes e parceiros visitarão o país para um seminário organizado pela Finnish Maritime Cluster e Finpro, associação de empresas finlandesas. No evento, a Wärtsilä será representada não só pelos donos da casa, mas também pelo diretor da área de Ship Power no Brasil, Luiz Barcellos e por Mário Barbosa, gerente de vendas.

Para Magnus Miemois, Vice-presidente da área Offshore da Wärtsilä, trata-se de “uma magnífica oportunidade para que os países troquem experiências e debatam temas relevantes para o incremento dessa indústria para ambos os lados”.  A programação do seminário, contempla uma apresentação do CEO da Wärtsilä e Presidente do Conselho de Administração da Confederação da Indústria Finlandesa, Ole Johansson, bem como apresentações do Sinaval e estaleiros que integram a comitiva. Também estão previstos um coquetel oferecido pela empresa e uma visita à cidade de Vaasa.


Maré de bons negócios

E em se tratando de indústria naval, a Wärtsilä atravessa um bom momento. O segmento da empresa com maior crescimento segundo o último balanço financeiro foi Ship Power no qual as encomendas totalizaram 306 milhões de euros, um crescimento de 44% em relação ao mesmo período do ano passado e 77% em relação ao primeiro trimestre do ano.

Foram cerca de 100 contratos por mês. Estaleiros asiáticos continuam dominando a indústria de construção naval com 89% dos contratos assinados neste ano, com China e Coréia com 40% de todos os contratos globais. As encomendas mais significativas foram para a entrega de soluções completas, incluindo ship design, propulsão e automação e outros equipamentos. Muitos desses navios serão equipados com motores Wärtsilä dual-fuel, destacando o pioneirismo e liderança da empresa em aplicações a gás. O segmento offshore continua ativo e representa 54% dos pedidos no período.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar