acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tecnologia

Brasil ganha novo navio de pesquisa de ponta

19/10/2012 | 10h56

 

O Brasil está prestes a ganhar um novo navio oceanográfico que está entre as cinco melhores plataformas de pesquisa do mundo. Isso será possível por meio de um acordo de cooperação assinado entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o Ministério da Defesa/Marinha do Brasil, a Petrobras e a Vale, no valor total de R$ 162 milhões.
O anúncio será feito nesta segunda (22) em solenidade no Espaço Cultural Finep, no Rio, com a presença do ministro Marco Antonio Raupp, do MCTI, e representantes das outras instituições envolvidas. A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) será a responsável pelo repasse dos recursos do MCTI, em um total de R$ 27 milhões. Esta é a mesma quantia a ser aportada pela Marinha, enquanto a Vale entrará com R$ 38 milhões e a Petrobras, com R$ 70 milhões.
O novo navio de pesquisa hidroceanográfico será equipado com o que há de mais avançado em tecnologia de experimentação marinha. O objetivo é ampliar a infraestrutura embarcada existente no país, a geração de conhecimento e a formação de recursos humanos sobre o ambiente marinho na região do Atlântico Sul e Tropical, promovendo avanços das pesquisas nas áreas de Química, Geologia, Biologia e Física Marinha. A ênfase será nos trabalhos de levantamento de recursos minerais e bioprospecção em águas sob jurisdição brasileira.
Já se identificou um navio em construção no exterior, com as características desejadas, e estão adiantadas as negociações para sua aquisição. Planeja-se que seja entregue em 2013, equipado com o estado da arte em equipamentos de pesquisa oceanográfica.

O Brasil está prestes a ganhar um novo navio oceanográfico que está entre as cinco melhores plataformas de pesquisa do mundo. Isso será possível por meio de um acordo de cooperação assinado entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o Ministério da Defesa/Marinha do Brasil, a Petrobras e a Vale, no valor total de R$ 162 milhões.


O anúncio será feito nesta segunda (22) em solenidade no Espaço Cultural Finep, no Rio, com a presença do ministro Marco Antonio Raupp, do MCTI, e representantes das outras instituições envolvidas. A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) será a responsável pelo repasse dos recursos do MCTI, em um total de R$ 27 milhões. Esta é a mesma quantia a ser aportada pela Marinha, enquanto a Vale entrará com R$ 38 milhões e a Petrobras, com R$ 70 milhões.


O novo navio de pesquisa hidroceanográfico será equipado com o que há de mais avançado em tecnologia de experimentação marinha. O objetivo é ampliar a infraestrutura embarcada existente no país, a geração de conhecimento e a formação de recursos humanos sobre o ambiente marinho na região do Atlântico Sul e Tropical, promovendo avanços das pesquisas nas áreas de Química, Geologia, Biologia e Física Marinha. A ênfase será nos trabalhos de levantamento de recursos minerais e bioprospecção em águas sob jurisdição brasileira.


Já se identificou um navio em construção no exterior, com as características desejadas, e estão adiantadas as negociações para sua aquisição. Planeja-se que seja entregue em 2013, equipado com o estado da arte em equipamentos de pesquisa oceanográfica.

 



Fonte: Redação / Agência
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar