acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Combustíveis

Brasil exportará mais etanol para os EUA em 2013/14

09/01/2013 | 11h44

 

O crescimento de mais de 1 bilhão de litros nas exportações de etanol do Brasil em 2013/14 deverá ser dirigido basicamente para o mercado norte-americano, disse o presidente da Datagro na terça-feira (8).
A consultoria projeta as exportações de etanol em 2013/14 em 4,1 bilhões de litros, contra os embarques de 3,03 bilhões de litros estimados na atual temporada.
"O Brasil está ficando cada vez mais dependente, como destino, das exportações de etanol para o mercado norte-americano", disse Plinio Nastari, presidente da consultoria.
Segundo ele, o movimento reflete a mudança ocorrida em 2011, com a abertura do mercado norte-americano ao produto brasileiro. Além disso, os EUA passaram a pagar um prêmio para o etanol de cana do Brasil.
Paralelamente, os tradicionais mercados do Brasil, como Japão e Coreia do Sul, que recebiam o álcool industrial refinado e neutro agora estão sendo supridos pelo etanol americano à base de milho.

O crescimento de mais de 1 bilhão de litros nas exportações de etanol do Brasil em 2013/14 deverá ser dirigido basicamente para o mercado norte-americano, disse o presidente da Datagro na terça-feira (8).


A consultoria projeta as exportações de etanol em 2013/14 em 4,1 bilhões de litros, contra os embarques de 3,03 bilhões de litros estimados na atual temporada.


"O Brasil está ficando cada vez mais dependente, como destino, das exportações de etanol para o mercado norte-americano", disse Plinio Nastari, presidente da consultoria.


Segundo ele, o movimento reflete a mudança ocorrida em 2011, com a abertura do mercado norte-americano ao produto brasileiro. Além disso, os EUA passaram a pagar um prêmio para o etanol de cana do Brasil.


Paralelamente, os tradicionais mercados do Brasil, como Japão e Coreia do Sul, que recebiam o álcool industrial refinado e neutro agora estão sendo supridos pelo etanol americano à base de milho.

 



Fonte: Agência Reuters
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar