acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Comérico Exterior

Brasil exporta tecnologia bicombustível à Europa

02/10/2006 | 00h00

O nome "Bresil" foi pronunciado, na quinta-feira, dia de abertura do Salão de Paris à imprensa, três vezes. Primeiro foi o presidente da Citroën, depois o da Peugeot e, por fim, o da Renault. O motivo era um só: a tecnologia brasileira de carros flex chega à Europa em 2007.

Os modelos bicombustíveis serão os mesmos que circulam no Brasil: Citroën C3, Peugeot 206 e Renault Mégane. A diferença é que não poderão rodar apenas com álcool, mas irão consumir uma mistura de 85% de etanol e 15% de gasolina.

"O Brasil está na frente de muitos países no uso do "flex fuel". Nossa competência local vai ser colocada à disposição do grupo", afirma Jérôme Stoll, presidente da Renault do Brasil, onde também há Clio Flex.

Carlos Ghosn, presidente mundial da companhia, também anunciou que os veículos comerciais Master e Trafic rodarão com biodiesel - tecnologia brasileira - ainda neste ano.

"Em 2009, metade dos nossos veículos a gasolina comercializados na Europa poderão funcionar com uma mistura de gasolina e etanol", afirmou ele, que é nascido no Brasil.

Também inspirada na experiência brasileira, a Fiat exibiu o Multipla Multi-Eco, que pode usar gasolina pura, gasolina com etanol ou metano. A emissão de poluentes cai 40% com o combustível vegetal.



Fonte: Folha de São Paulo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar