acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Política

Brasil e Argentina passaram de rivais a sócios estratégicos, diz Kirchner

20/07/2012 | 16h40

 

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, ressaltou os avanços das relações entre argentinos e brasileiros, nos últimos anos. Segundo ela, houve um “giro de 180 graus” após o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com a atual gestão de Dilma Rousseff. Em cerimônia pública, Cristina Kirchner lembrou que o Brasil e a Argentina “deixaram de ser rivais” e tornaram-se “sócios estratégicos”.
“Houve um giro de 180º com o presidente Lula e agora com a presidente Dilma. Argentina e Brasil deixaram de ser rivais para se converterem em sócios estratégicos empenhados para o desenvolvimento regional e em contribuir para a economia global”, disse na quinta-feira (19) a presidenta da Argentina.
Cristina Kirchner mencionou o Brasil durante a cerimônia de lançamento da ação conjunta - entre os dois países - para extração de potássio na região de Mendoza. A presidente argentina lembrou ainda que o potássio é usado na agricultura como um dos “nutrientes imprescindíveis” para garantir a qualidade da produção.
A presidente argentina apelou para que todos os líderes políticos dos países sul-americanos se unam para assegurar o desenvolvimento da região, pois há condições de transformar a área em uma das maiores produtoras de alimentos e energia do mundo. “Temos tudo o que o mundo necessita”, reiterou ela.

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, ressaltou os avanços das relações entre argentinos e brasileiros, nos últimos anos. Segundo ela, houve um “giro de 180 graus” após o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com a atual gestão de Dilma Rousseff. Em cerimônia pública, Cristina Kirchner lembrou que o Brasil e a Argentina “deixaram de ser rivais” e tornaram-se “sócios estratégicos”.


“Houve um giro de 180º com o presidente Lula e agora com a presidente Dilma. Argentina e Brasil deixaram de ser rivais para se converterem em sócios estratégicos empenhados para o desenvolvimento regional e em contribuir para a economia global”, disse na quinta-feira (19) a presidenta da Argentina.


Cristina Kirchner mencionou o Brasil durante a cerimônia de lançamento da ação conjunta - entre os dois países - para extração de potássio na região de Mendoza. A presidente argentina lembrou ainda que o potássio é usado na agricultura como um dos “nutrientes imprescindíveis” para garantir a qualidade da produção.


A presidente argentina apelou para que todos os líderes políticos dos países sul-americanos se unam para assegurar o desenvolvimento da região, pois há condições de transformar a área em uma das maiores produtoras de alimentos e energia do mundo. “Temos tudo o que o mundo necessita”, reiterou ela.

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar