acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Projeção

BR estima crescimento de 4,9% da demanda de QAV até 2020

29/08/2011 | 17h01
A Petrobras Distribuidora (BR), estimou hoje o crescimento da demanda de QAV (Querosene de Aviação) no Brasil em 4,9% até 2020. Segundo o presidente da empresa, José Lima Neto, o consumo de querosene de aviação tem crescido mais de 10% ao ano. Atualmente, a participação da companhia no mercado de distribuição de produtos de aviação é de 60%.
 

Segundo José Lima Neto, presidente da empresa, devido ao aumento do tráfego aéreo por conta dos jogos da Copa do Mundo, em 2014, e das Olimpíadas, em 2016, a Petrobras Distribuidora vem realizando investimentos para ampliação da capacidade de tancagem nos aeroportos de Natal, Brasília, Galeão, Campinas, Guarulhos e Porto Alegre, representando um total de 43 mil metros cúbicos adicionais por mês. 
 

De acordo com ele os aeroportos que tem Copa do Mundo representam 92% do consumo total de QAV.
 

"Nossa expectativa é que o movimento nos aeroportos cresça de 20% a 30% em eventos como esses. Ao todo o Brasil consome cerca de 600 milhões de litros de QAV por mês, sendo 400 milhões fornecidos pela Petrobras Distribuidora. Em épocas como a da Copa do Mundo o consumo vai ser entre 20% a 30% maior", afirmou.
 

Além disso, a companhia vem adquirindo novas unidades de abastecimento de aeronaves e prevê a entrada, em 2011, nos aeroportos de Zona da Mata (MG), Navegantes (SC), Itirapina (SP), Maringá (AP), Imperatriz (MA), e nos anos seguintes nos aeroportos de Foz do Iguaçu (PR), Eirunepé (AM), Macapá (AP) e Ilhéus (BA). 


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar