acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

BP venderá ativos no Golfo do México para Plains

10/09/2012 | 10h28

 

A petroleira BP anunciou nesta segunda-feira (10) que vai vender participações em determinados campos de óleo e gás no Golfo do México para a Plains Exploration and Production Company, por um valor total de US$ 5,55 bilhões.
Em comunicado, a BP informa que a operação está relacionada ao programa de venda de ativos não estratégicos, com vistas ao crescimento de longo prazo e foco em campos gigantes e exploração em águas profundas. Os planos foram oficializados em maio deste ano.
O negócio com a Plains compreende as fatias da BP em três campos nos quais é operadora: Marlin (que também engloba Dorado e King, com fatia de 100%), Horn Mountain (100%) e Holstein (50%). A operação envolve ainda participação em dois campos em que a petroleira não é operadora: Ram Powell (31%) e Diana Hoover (33,33%).
No Golfo do México, informa a BP, o foco nos próximos anos estará voltado à maior produção de óleo com margem superior, a partir da operação de grandes campos.
Até 2013, a BP espera levantar US$ 38 bilhões com a venda de ativos não estratégicos, tomando-se 2010 como ponto de partida. Desde aquele ano, mais de US$ 32 bilhões em operações já foram levantados por meio desse programa.

A petroleira BP anunciou nesta segunda-feira (10) que vai vender participações em determinados campos de óleo e gás no Golfo do México para a Plains Exploration and Production Company, por um valor total de US$ 5,55 bilhões.


Em comunicado, a BP informa que a operação está relacionada ao programa de venda de ativos não estratégicos, com vistas ao crescimento de longo prazo e foco em campos gigantes e exploração em águas profundas. Os planos foram oficializados em maio deste ano.


O negócio com a Plains compreende as fatias da BP em três campos nos quais é operadora: Marlin (que também engloba Dorado e King, com fatia de 100%), Horn Mountain (100%) e Holstein (50%). A operação envolve ainda participação em dois campos em que a petroleira não é operadora: Ram Powell (31%) e Diana Hoover (33,33%).


No Golfo do México, informa a BP, o foco nos próximos anos estará voltado à maior produção de óleo com margem superior, a partir da operação de grandes campos.


Até 2013, a BP espera levantar US$ 38 bilhões com a venda de ativos não estratégicos, tomando-se 2010 como ponto de partida. Desde aquele ano, mais de US$ 32 bilhões em operações já foram levantados por meio desse programa.

 



Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar