acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Bacia de Campos

BP Energy conclui com êxito teste de formação no poço Itaipu-1A

25/03/2013 | 11h35
BP Energy conclui com êxito teste de formação no poço Itaipu-1A
Sonda Ensco DS-4 Sonda Ensco DS-4

 

A BP anunciou que completou com sucesso teste de formação no poço descobridor Itaipu-1A, na Bacia de Campos.
O teste de formação é a atividade mais recente do Programa de Avaliação de Descoberta de Itaipu, operado pela petroleira. O teste atingiu vazão de até 5,6 mil barris de óleo equivalente por dia durante 32 horas, através de regulador de vazão de 40/64, a partir de um intervalo canhoneado limitado. Resultados do teste de pressão após o fluxo principal indicaram boa conectividade no reservatório. Foram também instalados equipamentos para monitorar pressões em longo prazo.
“Esse é um bom resultado para o projeto de Itaipu, indicando que fluxos de produção comercialmente viáveis podem ser atingidos nesse reservatório carbonático do pré-sal”, afirmou Neil Piggott, vice-presidente de Exploração da BP Energy do Brasil.
O poço Itaipu-1A está localizado no Bloco BM-C-32, em águas profundas da Bacia de Campos, a 125 quilômetros da costa do estado do Espírito Santo. O poço foi perfurado em 2009 pela Devon, cujo portfólio no Brasil foi adquirido pela BP em 2011.
Também em 2011 foi perfurado o poço de avaliação Itaipu-2. A localização de um terceiro poço de avaliação, Itaipu-3, foi acordada junto à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Esta será a próxima operação em Itaipu, a ser iniciada ainda este ano.
A BP é operadora do Bloco BM-C-32 com 40% de participação. Os demais parceiros são Anadarko Petroleum Corporation (33.3%) e Maersk Energia Ltda (26,7%).

A BP anunciou que completou com sucesso o teste de formação no poço descobridor Itaipu-1A, na Bacia de Campos. O teste é a atividade mais recente do Programa de Avaliação de Descoberta de Itaipu, operado pela petroleira.

 

Segundo a empresa, a vazão atingida foi de até 5,6 mil barris de óleo equivalente por dia durante 32 horas, através de regulador de vazão de 40/64, a partir de um intervalo canhoneado limitado. Resultados do teste de pressão após o fluxo principal indicaram boa conectividade no reservatório. Foram também instalados equipamentos para monitorar pressões em longo prazo.

 

“Esse é um bom resultado para o projeto de Itaipu, indicando que fluxos de produção comercialmente viáveis podem ser atingidos nesse reservatório carbonático do pré-sal”, afirmou Neil Piggott, vice-presidente de Exploração da BP Energy do Brasil.


O poço Itaipu-1A está localizado no Bloco BM-C-32, em águas profundas da Bacia de Campos, a 125 quilômetros da costa do estado do Espírito Santo. O poço foi perfurado em 2009 pela Devon, cujo portfólio no Brasil foi adquirido pela BP em 2011.


Também em 2011 foi perfurado o poço de avaliação Itaipu-2. A localização de um terceiro poço de avaliação, Itaipu-3, foi acordada junto à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Esta será a próxima operação em Itaipu, a ser iniciada ainda este ano.


A BP é operadora do Bloco BM-C-32 com 40% de participação. Os demais parceiros são Anadarko Petroleum Corporation (33.3%) e Maersk Energia Ltda (26,7%).



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar