acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Eólica

Boulder Wind Power amplia sua carteira de geradores para turbinas eólicas

28/03/2014 | 11h26

 

A Boulder Wind Power (BWP), empresa desenvolvedora de uma tecnologia avançada de gerador de ímã permanente e conversor de potência máxima para turbinas eólicas de empresas públicas de fornecimento de energia elétrica, anunciou a ampliação da sua carteira de produtos para uso terrestre e no mar. No início, o foco da BWP era desenvolver e testar a tecnologia central em aplicações de acionamento direto; hoje a empresa oferece soluções para turbinas com engrenagem, ao mesmo tempo em que amplia sua oferta para turbinas eólicas de acionamento direto.
"Nossa nova carteira foca em produzir geradores que custam menos e produzem mais energia tanto em projetos em terra como em projetos no mar", afirmou Andy Cukurs, diretor geral da BWP. "Nossa carteira de tecnologia possibilita uma arquitetura de gerador com núcleo de ar, que possui vantagens significativas à medida que os torques aumentam. Em vez de limitar-nos a aplicações de acionamento direto, ampliamos as configurações do produto para atender às necessidades complexas de muitos fabricantes de turbinas eólicas."
Entre as novas ofertas está a novidade do setor eólico: a categoria de geradores de "velocidade superbaixa", desenvolvidos para uso terrestre, em locais com ventos de velocidade baixa, onde as restrições de ruído limitam a velocidade da ponta do rotor aerodinâmico e, em última instância, o diâmetro do rotor aerodinâmico. Essa nova categoria apresenta os benefícios do gerador de baixa velocidade da BWP, mas com as velocidades mais baixas e o torque com melhor custo-benefício do setor. Os geradores de velocidade superbaixa da BWP e suas RPM reduzidas podem ajudar os fabricantes de turbinas eólicas a ampliar a área varrida nesses locais, além de aumentar a produção de energia de 5% a 15%, mesmo com restrições de ruído. 
A carteira ampliada detalha as variantes do produto em cada linha de gerador e os divide em velocidade média (1,6 MW – 7,7 MW), velocidade baixa (1,0 MW – 7,5 MW) e velocidade superbaixa (1,0 MW – 5,3 MW). Ao reconhecer a necessidade de maior classificação de turbinas para mercados em alto mar, a BWP também está desenvolvendo geradores com engrenagem e acionamento direto para turbinas de 12 MW, que serão lançadas ainda em 2014. Todos os produtos da BWP podem ser personalizados para atender às necessidades dos clientes individuais.
A carteira de produtos também conta com os sistemas de conversão de potência da BWP, que oferecem conversão de potência eficaz com um sistema de baixo custo. O conversor de potência modular contraposto de 500 kW possui uma qualidade excepcional de potência e foi desenvolvido em conformidade com a rede e com alta eficiência. É possível realizar mais otimizações ao integrar o conversor e o gerador, algo único para o uso de um estator de placa de circuito impresso pela BWP.
"Unir nossos geradores com a tecnologia de conversão de potência podem ajudar as OEMs de turbina eólica a se destacarem com produtos exclusivos que produzem mais energia com custos mais baixos – uma vantagem tecnológica importante para aumentar a competitividade de uma OEM no saturado mercado eólico global", afirmou Cukurs. "Para competir no setor eólico, as novas tecnologias têm que ser capazes de produzir maior quantidade de energia com custos mais baixos, e é isso que conseguimos fazer na BWP."

A Boulder Wind Power (BWP), empresa desenvolvedora de uma tecnologia avançada de gerador de ímã permanente e conversor de potência máxima para turbinas eólicas de empresas públicas de fornecimento de energia elétrica, anunciou a ampliação da sua carteira de produtos para uso terrestre e no mar. No início, o foco da BWP era desenvolver e testar a tecnologia central em aplicações de acionamento direto; hoje a empresa oferece soluções para turbinas com engrenagem, ao mesmo tempo em que amplia sua oferta para turbinas eólicas de acionamento direto.

"Nossa nova carteira foca em produzir geradores que custam menos e produzem mais energia tanto em projetos em terra como em projetos no mar", afirmou Andy Cukurs, diretor geral da BWP. "Nossa carteira de tecnologia possibilita uma arquitetura de gerador com núcleo de ar, que possui vantagens significativas à medida que os torques aumentam. Em vez de limitar-nos a aplicações de acionamento direto, ampliamos as configurações do produto para atender às necessidades complexas de muitos fabricantes de turbinas eólicas."

Entre as novas ofertas está a novidade do setor eólico: a categoria de geradores de "velocidade superbaixa", desenvolvidos para uso terrestre, em locais com ventos de velocidade baixa, onde as restrições de ruído limitam a velocidade da ponta do rotor aerodinâmico e, em última instância, o diâmetro do rotor aerodinâmico. Essa nova categoria apresenta os benefícios do gerador de baixa velocidade da BWP, mas com as velocidades mais baixas e o torque com melhor custo-benefício do setor. Os geradores de velocidade superbaixa da BWP e suas RPM reduzidas podem ajudar os fabricantes de turbinas eólicas a ampliar a área varrida nesses locais, além de aumentar a produção de energia de 5% a 15%, mesmo com restrições de ruído. 

A carteira ampliada detalha as variantes do produto em cada linha de gerador e os divide em velocidade média (1,6 MW – 7,7 MW), velocidade baixa (1,0 MW – 7,5 MW) e velocidade superbaixa (1,0 MW – 5,3 MW). Ao reconhecer a necessidade de maior classificação de turbinas para mercados em alto mar, a BWP também está desenvolvendo geradores com engrenagem e acionamento direto para turbinas de 12 MW, que serão lançadas ainda em 2014. Todos os produtos da BWP podem ser personalizados para atender às necessidades dos clientes individuais.

A carteira de produtos também conta com os sistemas de conversão de potência da BWP, que oferecem conversão de potência eficaz com um sistema de baixo custo. O conversor de potência modular contraposto de 500 kW possui uma qualidade excepcional de potência e foi desenvolvido em conformidade com a rede e com alta eficiência. É possível realizar mais otimizações ao integrar o conversor e o gerador, algo único para o uso de um estator de placa de circuito impresso pela BWP.

"Unir nossos geradores com a tecnologia de conversão de potência podem ajudar as OEMs de turbina eólica a se destacarem com produtos exclusivos que produzem mais energia com custos mais baixos – uma vantagem tecnológica importante para aumentar a competitividade de uma OEM no saturado mercado eólico global", afirmou Cukurs. "Para competir no setor eólico, as novas tecnologias têm que ser capazes de produzir maior quantidade de energia com custos mais baixos, e é isso que conseguimos fazer na BWP."



Fonte: Redação TN/ Ascom BWP
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar