acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Mercado

Bolsas caem com eleição e petróleo

26/10/2004 | 00h00

As principais bolsas mundiais iniciaram a semana no campo negativo. Nos Estados Unidos, os índices ficaram praticamente estáveis, tendendo a uma leve queda, sobretudo pela cautela com as eleições presidenciais no país e pela desvalorização acentuada do dólar ante o euro.
Durante o dia, o mercado sentiu novamente a escalada nos preços internacionais do petróleo, que atingiram recorde de US$ 55,67, mas a cotação acabou cedendo a US$ 54,54 no fim do dia, diminuindo as perdas em Wall Street.
O Dow Jones, principal indicador da Bolsa de Nova York, caiu 0,08%, a 9.749 pontos - o menor nível do ano. O Standard & Poor´s 500 desceu 0,09%, para 1.094 pontos. O Nasdaq Composto, índice do setor de tecnologia, teve pequena oscilação negativa de 0,06%, a 1.914 pontos.
As principais bolsas da Europa foram mais influenciadas pela cotação recorde do petróleo e fecharam ontem no nível mais baixo das últimas oito semanas. "Embora os resultados do terceiro trimestre nos Estados Unidos e na Europa estejam correspondendo às expectativas, a margem é menor do que a dos períodos anteriores", avalia o estrategista Walter Kemmsies, do JP Morgan. As montadoras de carros, já prejudicadas pelos altos custos com matéria-prima, também foram afetadas pelo salto do euro, o que ameaça as suas exportações.
Em Londres, o FTSE-100 caiu 1,1%, a 4.564 pontos. Em Frankfurt, o DAX cedeu 2,05%, a 3.854 pontos. Em Paris, o CAC-40 seguiu a mesma toada e tombou 2,12%, a 3.609 pontos.



Fonte: Valor Econômico/ Ag
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar